Articulação Aids Pernambuco envia propostas de combate à doença ao governador - Portal Muito Mais - O seu portal de notícias!!!

ÚLTIMAS DO PORTAL

test banner

Post Top Ad

30 de novembro de 2011

Articulação Aids Pernambuco envia propostas de combate à doença ao governador

Do NE10
Como parte das atividades do Dia Mundial de Luta contra a Aids em 2011, que será nesta quinta-feira (1º), a Articulação Aids de Pernambuco promove, em parceria com a Casa Herbert de Souza, atividades educativas e de mobilização em Paulista e na comunidade do Tururu, nesta quarta (30) e quinta-feira. A ideia é apresentar propostas para a melhoria das políticas públicas de prevenção, tratamento e direitos humanos. Este ano também traz o marco de 30 anos da epidemia no mundo.

A Articulação Aids em Pernambuco apresentou ao Governo do Estado propostas para o seu Plano Plurianual (PPA) 2012-2015, objetivando a implementação de medidas mais eficazes que visem melhorar a qualidade de vida dos cidadãos que vivem com Aids, assim como a melhoria das ações na área de prevenção de novas infecções. Essas propostas foram construídas após debate com a sociedade civil e incluem parte de um conjunto de necessidades, assim como ações necessárias para diminuir o número de novas infecções, especialmente entre jovens.

Desde o início da epidemia, em 1980, até junho de 2011, O Brasil registra cerca de 608 mil casos de Aids, de acordo com o Boletim Epidemiológico de 2011 do Ministério da Saúde. Em 2010, foram notificados mais de 34 mil novos casos da doença. Observando-se a epidemia por região em um período de 10 anos, 1999 a 2009, a taxa de incidência caiu no Sudeste de 24,9 para 20,4 casos por 100 mil habitantes, mas cresceu nas outras regiões, como no Nordeste, de 6,4 para 13,9.

SOBRE A ARTICULAÇÃO AIDS EM PERNAMBUCO - A Articulação AIDS em Pernambuco foi fundada no segundo semestre de 1996 em Recife e é um fórum de articulação política do movimento de luta contra a AIDS que congrega Organizações da Sociedade Civil, Redes, Movimentos e Ativistas Independentes que atuam no campo da luta contra o avanço da epidemia no Estado, sem distinções religiosas, raciais, étnico-raciais, ideológicas, de gênero, de classe, de orientação sexual, de faixa etária, partidárias ou sorológicas.
Postar um comentário

Post Top Ad

test banner