Governador muda critério para nomeação de diretor de escola

Por Inaldo Sampaio  

Por meio de decreto, o governador Eduardo Campos decidiu mudar o critério para eleição de diretor de escola da rede estadual.

A partir de agora, a comunidade escolar (alunos, professores e pessoal administrativo) votará livremente em seus candidatos e os três mais votados formarão uma lista tríplice a ser encaminhada ao Palácio das Princesas.

Em regra, disse o secretário de Educação, Anderson Gomes, o governador nomeará o mais votado, tal como fez com os novos diretores das GERS (Gerência Regional de Saúde).

Para ser candidato a diretor, o professor tem que participar de um curso de capacitação. O prazo para inscrição é 20 de junho, a eleição será em 9 de dezembro e divulgação dos nomeados no dia 18/12.

Pernambuco tem cerca de 26 mil professores na ativa espalhados por 1.200 escolas estaduais.

O presidente do Sintepe, Heleno Araújo, disse que o Sindicato é contra esse modelo e irá à Justiça para tentar derrubá-lo.
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.