Inflação medida pelo IGP-10 volta a subir e fica em 0,96% em julho


A inflação medida pelo Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10) registrou alta em julho deste ano, em relação ao mês anterior. A taxa passou de 0,73% em junho para 0,96% em julho, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV).

A alta foi impulsionada exclusivamente pelo aumento do subíndice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), cuja taxa passou de 0,73% em junho para 1,24% em julho. Entre os produtos que contribuíram para essa taxa estão os alimentos in natura, cujos preços aumentaram 4,92% em julho (ante de 1,15%).

Já o subíndice de Preços ao Consumidor (IPC) teve uma redução da taxa, que passou de 0,33% em junho para 0,19% em julho. Entre os destaques estão os cigarros, cujos preços caíram 0,79% neste mês, ante o aumento de preços de 7,37% de junho.

Terceiro subíndice que compõe o IGP-10, o Índice Nacional de Custo da Construção também apresentou redução da taxa, ao passar de 1,67% em junho para 0,84% em julho. Em 12 meses, o IGP-10 variou 6,03%. A taxa acumulada no ano é 3,84%.

O IGP-10 é calculado com base nos preços coletados entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência.
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.