Servidores do IFPE aderem à greve nacional a partir desta segunda


c2577afd2d59005b6526bbcec9045093.jpg

Do NE10

Os professores e técnicos administrativos do câmpus Recife do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) decidiram, em assembleia realizada na manhça desta terça-feira (3), aderir à greve nacional. Como por lei é necessário dar um aviso prévio de 72 horas à reitoria antes de iniciar uma paralisação, a greve só irá começar na próxima segunda-feira (9).

O presidente do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica - seccional Pernambuco explica que a briga em todo o país é por condições justas de trabalho e salário. A reivindicação trata de reajuste salarial de 22,08%, reestruturação de carreiras, aumento do piso e diminuição da carga horária semanal de 40 horas para 30 horas. Por ora, o Governo ofereceu 4% de aumento apenas para os docentes.
A assembleia desta terça-feira teve a participação de 84 servidores. "Todos queriam a greve; não houve nenhum voto contra nem discussão. Agora vamos nos reunir para preparar as pautas internas e segunda-feira fecharemos o portão", diz José Carlos Souza. Com a interrupção das aulas na capital, 800 servidores paralisam os trabalhos e 8 mil alunos ficam em casa.
PERNAMBUCO - Antes mesmo de o Recife aderir à greve nacional, Caruaru já havia decretado a paralisação dos trabalhos dia 18 de junho. Uma reunião está marcada para esta quarta-feira no câmpus de Vitória de Santo Antão, que também deve suspender as aulas. Pernambuco ainda tem unidades do Instituto em Ipojuca, Barreiros, Garanhuns, Belo Jardim, Pesqueira, Afogados da Ingazeira, Petrolina, Salgueiro, Ouricuri e Floresta.
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.