Eduardo empossa novos secretários de Planejamento e Desenvolvimento Econômico



duduO governador Eduardo Campos realizou, nesta sexta-feira (09/11), um ajuste no secretariado estadual, necessário em função da saída do então titular da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), Alexandre Rebêlo. No lugar de Rebêlo na Seplag, assume Fred Amâncio, que, por sua vez, passa o comando da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDEC) para Márcio Stefanni, ex-presidente da Ad-Diper. As mudanças já estão publicadas no Diário Oficial de hoje.

A solenidade de posse dos novos secretários aconteceu na Sede Provisória do Governo, no Centro de Convenções, e contou com a presença do vice-governador, João Lyra Neto, da primeira-dama Renata Campos, do futuro prefeito do Recife, Geraldo Julio, além de vários secretários estaduais, que fizeram questão de prestigiar os companheiros de trabalho.

dudu2Em discurso, Eduardo agradeceu a colaboração de todo o time do Governo e disse que a escolha dos nomes para ocupar os cargos obedeceu ao critério do mérito, de quem sabe “o papel do servidor público”. “Vocês sabem que, por trás de buscar bater uma meta, está a vida de uma pessoa, a felicidade de pessoas e a capacidade de fazer o bem, transformando a adversidade em bonança”, elogiou.

O governador ressaltou, ainda, que as alterações não acarretaram nenhum problema de descontinuidade ao seu Governo, visto que ambos os gestores empossados já fazem parte da equipe. “Os dois são servidores públicos de carreira, conhecem o Governo por dentro, de maneira que não há curva de aprendizado. Ao contrário, é trabalho imediato”, garantiu Eduardo.

dudu3Animado com o novo desafio, Amâncio mostrou-se bastante disposto com as novas atribuições na Seplag. “É uma honra contar com a confiança do governador para assumir a pasta que monitora todas as grandes ações e projetos do Estado”, reconheceu, garantindo “dar continuidade aos trabalhos que já têm linhas e planejamentos muito bem definidos”.

Formado em Administração pela UPE e em Direito pela UFPE, Amâncio é funcionário público concursado como auditor fiscal do Tesouro Estadual, lotado na Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz), onde atuou por mais de 15 anos, Em 2010, foi convocado pelo governador Eduardo Campos para assumir a Secretaria Estadual de Saúde, deixando o cargo em 2011 para ocupar a vice-presidência do Porto de Suape. Com a saída de Geraldo Julio para disputar a Prefeitura do Recife, alçou ao posto de secretário de Desenvolvimento Econômico e também presidente Porto,

dudu4Já Márcio Stefanni é advogado de carreira e funcionário concursado do BNDES. Foi assessor da Presidência e da área de inclusão social e crédito do banco, chegando em 2011 à Ad Diper. “Sinto-me como um jogador que foi convocado para a seleção”, disse Stefanni, tentando definir a emoção de fazer parte equipe do primeiro escalão do Governo do Estado.

Segundo Escalão
Duas pastas do segundo escalão também sofreram alteração. Assume a vaga deixada por Stefanni, na Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Ad Diper), Roberto de Abreu e Lima Almeida, que era secretário Executivo de Desenvolvimento de Negócios, da SDEC. Já Nilton Mota, passa o bastão da presidência da Companhia Estadual de Ações e Obras (Cehab), para Ricardo Calheiros de Andrade Lima.

dudu5Nilton Mota e Alexandre Rêbelo se juntam a Antônio Alexandre (presidente da Agência Condepe/Fidem e responsável pela elaboração do Programa de Governo da Frente Popular) para ajudar na coordenação da equipe de transição do prefeito eleito, Geraldo Julio. “O que fica marcado no dia de hoje é a capacidade do governador de formar equipe e pessoas. Além de ser uma prova do amor e da generosidade com o povo e a cidade do Recife”, disse Geraldo, em entrevista à imprensa.






https://www.pe.gov.br/_resources/files/_modules/files/files_3087_tn_201211091607470b26.jpg
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.