O que Dilma e Eduardo teriam conversado ontem?



Neste sábado, a presidente Dilma Rousseff interrompeu suas férias, numa base da Marinha na Bahia, para um encontro que pode mudar os rumos da sucessão presidencial, em 2014. No mesmo dia em que Jarbas Vasconcelos definiu como irreversível a candidatura presidencial de Eduardo Campos, do PSB, já em 2014, Dilma recebeu, para um encontro reservado, o governador pernambucano. A esta altura do campeonato, um único tema faria a presidente interromper suas férias: as eleições de 2014. Especialmente porque um dos participantes do encontro foi o governador baiano, Jaques Wagner, provável coordenador campanha de Dilma no Nordeste.
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.