Comissão de Segurança Pública é instalada na Câmara

Buscar alternativas na prevenção da violência, Guarda Municipal e realização de trabalhos educativos nas escolas foram assuntos abordados durante a instalação da Comissão de Segurança Pública hoje, (20). Tendo como Presidente o vereador Estéfano Menudo (PSB), a Comissão conta ainda como Vice-Presidente, o vereador Almir Fernando (PCdoB); Maguari (PSB), Membro Efetivo, e Eduardo Chera (PTN) e Jairo Britto (PT) como suplentes.
Inicialmente, Almir Fernando citou alguns pontos que ficaram pendentes na Comissão, no biênio passado. “Foram itens importantes, e que, infelizmente, não pudemos concretizar como as reuniões nos bairros, a criação da Academia da Guarda Municipal e o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV), também da Guarda. Temos que debater esses assuntos e a população é que ganhará com isso”, disse. Já Eduardo Chera lembrou que uma das ações para prevenção da violência foi a instalação de câmeras de segurança espalhadas nas comunidades do Recife. “É um investimento muito bom, pois já foram exibidos vários flagrantes de crimes”, disse.
O presidente Estéfano Menudo abordou, durante a reunião, sobre a questão do armamento da Guarda Municipal. Na opinião do parlamentar, a Guarda não tem o convívio diário com bandidos, mas sim, com a população. “Na minha opinião, o porte de armas é para as Polícias Civil e Militar com o objetivo de manter a ordem. O padrão da Guarda Municipal é outro e é muita responsabilidade ter uma arma nas mãos. Fiz uma completa preparação para o porte de arma e já conto com uma experiência de 30 anos na polícia e sei como funciona. Tenho minhas preocupações em relação a esse assunto, mas vou respeitar se a Comissão optar em aprovar o armamento”, analisou. O vereador Maguari também falou sobre o armamento da Guarda Municipal. “Em São Paulo, tive contato com a Guarda e eles são armados, motorizados e têm muito respeito da população. Sugiro procurarmos o prefeito Geraldo Júlio (PSB) e o Secretário de Segurança Urbana, Murilo Cavalcanti, para saber quais são as ideias da Prefeitura em relação ao assunto. Além da PCR, vamos discutir também com o Governo do Estado para conhecermos os projetos sociais em prol da população no combate à violência”, disse.        
Menudo também destacou a importância da aprovação do PCCV da Guarda e da Câmara Móvel. “Sou a favor do PCCV, pois não é justo um profissional com 20 anos de trabalho ter uma remuneração desatualizada. Temos que vestir essa camisa. Já a Câmara Móvel é outra ação imprescindível para a elaboração de um dossiê na comunidade. Se existe um índice maior de violência, vamos fazer um trabalho de prevenção. Vamos levar nossas sugestões, já que todos os membros da Comissão de Segurança possuem experiência na área”. Uma outra questão, segundo o presidente, seria a realização de palestras para as crianças, dentro das escolas, sobre como não se envolver com drogas. “O problema do crack é seríssimo, pois ele destroi a família. Acredito que esse grupo tenha intenções de trabalhar e levar a prevenção para as salas de aula”, finalizou o presidente da Comissão.
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.