Ana Cláudia fatura índice para os 200m no Mundial


Foto: Internet
Ana Cláudia Lemos confirmou a boa fase neste domingo ao obter o índice para disputar a prova dos 200 metros no Mundial de Atletismo de Moscou, em agosto. A velocista conquistou a classificação durante o GP São Paulo de atletismo, no Ibirapuera. 

Ela chegou em terceiro lugar ao marcar o tempo de 22s61, que lhe valeu o índice. Só ficou atrás da norte-americana Patrícia Hall (22s51) e da jamaicana Chauntae Bayne (22s57). Ana Cláudia já havia obtido o índice para competir nos 100 metros em Moscou, em uma competição realizada em Campinas. Na semana passada, foi além ao cravar o novo recorde sul-americano, com 11s05, em Belém.

Em São Paulo, neste domingo, ela conquistou a medalha de ouro nos 100m, mas sem recorde. Seu tempo foi 11s34. "Não fiz uma marca tão boa nos 100m, embora tenha vencido. Então queria correr forte os 200m e consegui. Tinha boas adversárias, o que me ajudou conseguir o índice", comentou.

Ana Cláudia foi a única a obter o índice para o Mundial em São Paulo. Campeã olímpica no salto em distância nos Jogos de Pequim Maurren Maggi teve desempenho discreto. Saltou 5,92 metros e não passou do sexto e último lugar. A medalha de ouro ficou com Bianca Stuart, de Bahamas, com 6,61 metros.

Na prova masculina, Mauro Vinícius da Silva, o Duda, venceu com 8,18 metros. O brasileiro é o atual campeão mundial indoor da prova. Outro destaque do dia foi Augusto Dutra de Oliveira. Após bater o recorde sul-americano do salto com vara, durante a semana, em Uberlândia, ele saltou 5,75 metros. "Entrei na prova com muita confiança, estou enfrentando as marcas mais altas sem receio", comentou o saltador.

No lançamento do disco masculino, Ronald Julião confirmou o favoritismo com a marca de 64,27 metros. Geisa Arcanjo também brilhou, no arremesso de peso, ao vencer com 17,96 metros. Nos 200 metros, Bruno Lins faturou o ouro com 20s24, seu melhor resultado na temporada. Nos 100m, ele ficou em segundo, com 10s35, atrás somente de Antoine Adams, de São Cristóvão e Nevis, com 10s25.
Fonte: Agência Estado
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.