Header Ads

ad

CLÁUDIA LEITE MARCA A HISTÓRIA DE ABREU E LIMA EM UMA APRESENTAÇÃO IRRETOCÁVEL

Para quem esteve na gravação do DVD de Claudia Leitte na Arena Pernambuco, restava a pergunta: o que a diva do axé podia apresentar de novo (ou “de novo”) em sua primeira apresentação no estado após rodar o novo trabalho? A resposta veio na noite desta sexta-feira (20), segundo dia de shows, ótimo e gratuitos, do Festival Multicultural de Abreu e Lima. A Praça Antônio Vitalino, no centro da cidade, recebeu um público imenso que, apesar da chuva, não se intimidou e curtiu muito a performance ousada, despojada e singular da cantora carioca/baiana/pernambucana. Ela, esbanjou simpatia desde o momento em que desceu do carro, no local do show, até quando se despediu do público.
A chegada. (Foto: Olívio Rafael)
A chegada. (Foto: Olívio Rafael)
Animada para agitar. (Foto: Olívio Rafael)
Animada para agitar. (Foto: Olívio Rafael)
Próximo às 23h, o locutor leva a galera ao delírio, chamando a Claudinha para subir no palco: “eu saí do Babado, mas o babado não saiu de mim”, ecoa a gravação em alto e bom som enquanto ela surge, abalando tudo que é estrutura de Abreu e Lima. Tropical à flor da pele, os looks da Diva apostaram nas cores vivas como o verde e depois o azul, com elementos que remetem à nossa essência brasileira. O setlist não podia ser diferente. Os sucessos da antiga banda se misturaram com novas e enérgicas músicas, apresentadas ao público pernambucano na Arena, então ninguém ficou calado. Aliás, muito pelo contrário. Foi um show bastante participativo e contagiante.
Começando a apresentação. (Foto: Olívio Rafael)
Começando a apresentação. (Foto: Olívio Rafael)
Toda a ginga da Claudia
Toda a ginga da Claudia. (Foto: Olívio Rafael)
Explosão de luz. (Foto: Olívio Rafael)
Explosão de luz. (Foto: Olívio Rafael)
Beijo da Cláudia! (Foto: Olívio Rafael).
Beijo da Cláudia! (Foto: Olívio Rafael).
Hits do passado, ainda presentes na cabeça e coração (feito bola de sabão) de muita gente, foram o grande diferencial da apresentação de Claudia Leitte. Não foi apenas uma sucessão das “chicletes” em modo automático. O clima tava mais para resgate nostálgico de tudo o que foi vivenciado, em tantos anos, pelos fãs que choravam, gritavam e aplaudiam a artista. Então, para as garotas do Rio Grande do Norte, para o casal de Alagoas, para a família da Paraíba, que viram pela primeira vez Claudia Leitte cantando e executando a coreografia de “Mãozinha”, ao vivo. A sensação foi única.
Muita gente, com chuva ou sem chuva. (Foto: Olívio Rafael)
Muita gente, com chuva ou sem chuva. (Foto: Olívio Rafael)
Novamente poderosa! (Foto: Olívio Rafael)
Poderosa! (Foto: Olívio Rafael)
Poderosa! (Foto: Olívio Rafael)
Novamente poderosa! (Foto: Olívio Rafael)
Além da já citada “Mãozinha”, outras canções como “Amor Toda Hora”, que agitou o carnaval de Salvador neste ano, “Faz Um”, “Doce Paixão”, “Amor Perfeito”, “Famo$A”, adaptação do hit “Billionaire” e “Claudinha Bagunceira”, fizeram parte do repertório marcado por essa mistura  do velho com o novo. Próximo ao palco, os fãs se espremiam mas mesmo assim não deixaram de dançar, principalmente em hits como “Largadinho”.
Claudia Leitte arrasando. (Foto: Olívio Rafael)
Claudia Leitte arrasando. (Foto: Olívio Rafael)
Segundo look. Ainda mais tropicalesco, com mais cores, tucanos... (Foto: Olívio Rafael)
Segundo look. Ainda mais tropicalesco, com mais cores, tucanos… (Foto: Olívio Rafael)
Tocando, homenageando os fãs. (Foto: Olívio Rafael).
Tocando, homenageando os fãs. (Foto: Olívio Rafael).
Para o delírio ainda maior dos fãs, a apresentadora global cantou uma música dedicada à eles, que segundo ela, são sua família. “Everytime i see you falling” foi um belíssimo momento de gratidão à todos os nordestinos que lotavam a praça em Abreu. Aliás, um dia que vai ficar marcado na história da cidade. Um belíssimo show, transpirando o “País Tropical” que também foi evocado pela cantora, que fez questão de mostrar toda a sua brasileiridade, na dança, na roupa, no corpo, na fala. Conquistou o público em uma apresentação honesta. E essas, são as melhores.
Final explosivo e iluminado. (Foto: Olívio Rafael)
Final explosivo e iluminado. (Foto: Olívio Rafael)

As informações são do CELEBS PE
Postar um comentário