Fundos Constitucionais de Financiamento aplicam R$ 23,5 bilhões em 2013

O valor é 6,3% superior ao montante financiado em 2012

Os Fundos Constitucionais de Financiamento do Norte (FNO), Nordeste (FNE) e Centro-Oeste (FCO) aplicaram R$ 23,5 bilhões no ano passado. O valor é 6,3% superior ao montante, de R$ 22,1 bilhões, financiado em 2012.

Dados da Secretaria de Fundos Regionais e Incentivos Fiscais (SFRI), do Ministério da Integração Nacional, mostram que o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste contratou 557 mil operações, totalizando R$ 12,7 bilhões em financiamentos concedidos. O FNE financia atividades produtivas na área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) compreendida pelos nove Estados da região, além dos municípios localizados no norte de Minas Gerais e Espírito Santo.

Já o Fundo Constitucional do Centro-Oeste, que atende produtores rurais e empreendedores nos três Estados da região, além do Distrito Federal, realizou 47 mil contratações, totalizando a liberação de R$ 6,1 bilhões.
Ainda de acordo com informações da SFRI, a região Norte, que é atendida pelo FNO, registrou a contratação de 44 mil operações de crédito, o que representa o financiamento de R$ 4,7 bilhões.

Segundo o secretário nacional da SFRI, Wanderley Barreto, os números superaram as expectativas. “As previsões de disponibilidades, no valor de R$ 21,7 bilhões, no início de 2013 foram superadas em 8,5%, alcançando um volume de contratações da ordem de R$ 23,5 bilhões”, comenta.

Para 2014, os Fundos Constitucionais preveem a aplicação de R$ 13,1 bilhões para o FNE, R$ 5,4 bilhões para o FNO e R$ 5,0 bilhões para o FCO. “As contratações ocorrerão conforme as programações de financiamento aprovadas pelos Conselhos Deliberativos dos Fundos. As programações são elaboradas anualmente em conjunto pela Secretaria de Fundos e Incentivos Fiscais do MI, pelas Superintendências de Desenvolvimento Regional e pelos Bancos Administradores”, explica Barreto.

Fundos Constitucionais

Criados em 1989, os Fundos Constitucionais de Financiamento têm por objetivo contribuir para o desenvolvimento econômico e social das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, mediante a execução de programas de financiamento aos setores produtivos, promovendo a redução das desigualdades regionais.

As informações são do Ministério da Integração Nacional
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.