Ads Top


“Pulmão” do Paulista é transformado em parque ambiental

Foto: Divulgação
Uma área de 40 hectares de Mata Atlântica, inserida bem no trecho central do Paulista, acaba de ser transformada no Parque Municipal da Mata do Frio – o maior do ramo no Estado. O espaço, considerado um dos “pulmões” da cidade, passa a ser protegido legalmente por decisão da Secretaria de Meio Ambiente.  A criação do parque foi discutida durante reunião do Conselho Municipal de Meio Ambiente, promovida nesta terça-feira (23), no edifício-sede da prefeitura, e oficializada nesta quinta (25.09).
        
A medida, além de representar um passo fundamental para preservação do ecossistema, traz reflexos positivos para a qualidade de vida dos cerca de 320 mil moradores da cidade. Deste total, 80 mil serão beneficiados diretamente, já que residem na área central da cidade, mais precisamente nos bairros de Centro, Aurora, Mirueira, Jardim Paulista Alto, Jardim Paulista Baixo e Vila Torres Galvão. A prefeitura tem, agora, autonomia para elaboração de projetos de uso público e manejo do espaço.
         
A ideia é gerar condições favoráveis para que a população possa interagir com a ecologia participando de atividades de lazer e esportes. Mas tudo isso dentro de regras voltadas à preservação da biodiversidade.

Floresta Urbana – Antes de transformar a área verde no parque da Mata do Frio, a Secretaria de Meio Ambiente já havia criado, através de decreto, o trecho de Mata Atlântica que envolve a região na primeira Floresta Urbana do município, com 56 hectares. A medida garantiu ao governo municipal mais autonomia para fiscalizar de forma mais rigorosa os crimes ambientais cometidos na área considerada de preservação.
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.