Escola em Vila Produtiva Rural se destaca na Olimpíada de Matemática

A Escola Municipal Pedro Paixão, construída há quatro anos na Vila Produtiva Rural Uri, em Salgueiro, no sertão central de Pernambuco, colhe rapidamente frutos de iniciativas simples com efeitos pedagógicos concretos. Alunos da escola se destacaram nas edições de 2013 e 2014 da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). A lista dos premiados deste ano será divulgada no dia 1º de dezembro.

Antes da vila, os alunos usavam o transporte escolar e levavam em torno de meia hora entre a casa e a escola. Agora, os estudantes vão a pé, pois estão a poucos metros de casa, e maioria nem sai da vila. Além disso, estudam em uma instalação nova.

“Uma das vantagens da escola dentro de uma vila é que as turmas são menores e o engajamento da família com os professores é maior”, afirma o professor de matemática Jadson Cley Nogueira da Silva, 33 anos, há sete no magistério.

O interesse dos alunos e das famílias também é parte essencial para o bom desempenho escolar. Para isso, Nogueira utiliza os sites do IMPA (Instituto de Matemática Pura e Aplicada) para professores e prepara suas aulas com material de apoio extra. “Usar só o livro não é mais suficiente. Preciso apresentar alguns sites, coletar exercícios e apresentar questões contextualizadas à vida prática”, explica.

Os resultados apareceram em pouco tempo. Na 9ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Pública (OBMEP), realizada em 2013, um aluno do então 6º ano do ensino fundamental foi destaque estadual nas três baterias de provas, e ganhou menção honrosa no cômputo geral.

O exemplo de 2013 estimulou outros alunos: seis deles estão na segunda fase do exame da 10ª OBMEP. São meninos e meninas típicos nos seus 12 e 14 anos. Gostam da escola, do professor, empenham bom tempo estudando em casa e jogam bola ou têm outras atividades de lazer.

A escola da Vila Uri tem superado suas metas em outro indicador de desempenho, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), a partir de 2011, quando atingiu nota 4,0 (o projetado era 3,7). Em 2013, marcou 4,4, quando a expectativa mínima era de 4,0. A pontuação no Ideb da Escola Pedro Paixão é maior do que as médias de Salgueiro e de Pernambuco.

As Vilas Produtivas Rurais são construídas pelo Projeto de Integração do Rio São Francisco nos estados de Pernambuco, Paraíba e Ceará. Os camponeses que tiveram de se mudar em razão da passagem da maior obra hídrica em construção no país têm direito a casa e lote produtivo na vila. A família beneficiada recebe área residencial (casa com 98,7 m2 de área construída em um terreno de 0,5 hectare) e lotes produtivos (1 ha irrigado e 5 ha para agricultura de sequeiro). As vilas têm equipamentos comunitários como escola, posto médico-odontológico e associação de moradores, além das áreas de lazer com praça e quadra poliesportiva. Todas as vilas possuem iluminação pública e privada, água encanada e saneamento básico.

Nome dos alunos que participaram da segunda etapa da 10ª OBMEP:
Anderson Felipe Alves da Silva, 14 anos, 8º ano
Fábio Luiz da Silva Cruz
João Victor Santos Souza, 13 anos, 7º ano
José Ariel Ferreira do Nascimento, 12 anos, 6º ano
Kauane Kelly Oliveira dos Anjos, 13 anos, 8º ano
Matheus Caldas Carvalho, 13 anos, 7º ano

(*)
Ideb nas 8ª série / 9º ano
Índice observadoMetas projetadas
2011201320112013
Pernambuco3.33.62.83.3
Salgueiro3.24.03.13.5
Escola Pedro Paixão4.04,43.74.0
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.