Ads Top


Ônibus movido a lixo orgânico, esgoto e fezes humana faz viagem inaugural na Inglaterra

O BioBus, primeiro ônibus movido a fezes humana e lixo orgânico, fez sua viagem inaugural nesta quinta-feira (20), do aeroporto de Bristol até a cidade histórica de Bath, na Inglaterra.

O coletivo, com 40 lugares, tem motor movido a gás biometano, gerado na decomposição de fezes, esgoto e lixo orgânico.

Antes que possa ser usado para movimentar o ônibus, o gás recebe metano e tem o CO2 removido, o que o torna um combustível menos poluente do que o diesel e a gasolina.
Outras impurezas também são retiradas para que o gás fique sem odores.

O combustível é produzido pela empresa GENeco na estação de tratamento de águas residuais de Avonmouth, perto de Bristol, usando a digestão anaeróbia.

No processo, os microrganismos decompõem a matéria orgânica na ausência de oxigênio, o que gera o gás.
Só a GENeco produz 17 milhões de toneladas anuais de biometano em Avonmouth.

Já o motor do é semelhante aos motores diesel convencionais dos veículos pesados, mas emite cerca de 30% de dióxido de carbono a menos que os ônibus a diesel.

“Os veículos a gás vão ter um papel importante na melhoria da qualidade do ar das cidades britânicas, mas o Bio-Bus vai ainda mais longe”, disse à rede britânica BBC Mohammed Saddiq, o diretor-geral da GENeco.

A empresa que opera o ônibus estima que o veículo irá transportar cerca de 10 mil passageiros todos os meses, do aeroporto de Bristol até o centro da cidade de Bath.

Outras formas inusitadas de produção de biocombustíveis incluem penas de frango, borra de café, gordura de jacaré, tequila, chocolate, fraldas descartáveis, melancia e folhas de maconha.

As mais tradicionais contam com o etanol da cana de açúcar (tecnologia brasileira) e do milho norte-americano.
Veja aqui o vídeo sobre a viagem.

Por Antônio Martins Neto
Editor do Blog Mundo Possível
(informações: EcoD, BBC Brasil e DN Ciências)
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.