Paulista realiza VII Caminhada dos Terreiros de Religião Africana e Afrodescendentes do Município


Com o objetivo de disseminar a quebra de preconceitos contra religiões de matriz africana, representantes do candomblé, umbanda e outras denominações participaram na tarde desta sexta-feira (28.11) da VII Caminhada dos Terreiros de Religião Africana e Afrodescendentes do Município. A ação, que é coordenada pela Secretaria de Políticas Sociais, Esportes e Juventude, através do Departamento de Gerência de Igualdade Racial do Paulista, reuniu cerca de 100 pessoas. Na ocasião, os adeptos de terreiros saíram em passeata do Parque das Paineiras, em direção à Praça João Pessoa, área central da cidade.

“O intuito da mobilização é efetivar o Estatuto da Igualdade Racial. Explicar que o povo de matriz africana não é só baseado em questões teológicas, mas sim em dimensões culturais que são muito importantes para a sociedade. Precisamos reparar o racismo. As pessoas precisam parar de demonizar a religião africana e entender que a nossa crença perpassa como cultura e não só como uma teologia fundamentalista,” conclui José Rufino, coordenador do evento.  
Uma equipe com 11 agentes de trânsito acompanhou o percurso da caminhada para facilitar a mobilidade urbana.
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.