Ads Top


Governador empossa 98 gestores e enaltece modelo de gestão de PE


Reforçar o monitoramento das metas prioritárias e a administração do orçamento do Estado. Essas são algumas das atividades a serem desempenhadas pelos 98 novos gestores governamentais, que foram empossados, na manhã da última sexta-feira (9), pelo governador Paulo Câmara, em solenidade realizada no auditório do Banco Central. Nomeado em dezembro de 2014, o grupo foi aprovado em concurso da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), em 2010, com 220 vagas. Ao discursar para os servidores, familiares e secretários estaduais, o chefe do Executivo destacou a importância do modelo de gestão construído em Pernambuco no Governo de Eduardo Campos.

"Não foi fácil fazer um modelo de gestão como funciona hoje, que faça as coisas acontecerem. O que é que a população espera de nós, o que é que esses últimos 20 anos mostraram da população brasileira? Mostraram que o Estado tem que ser fortalecido, que o Estado não tem que ser diminuído. O Estado tem que funcionar, principalmente, para aqueles que mais precisam. E é esse conceito do nosso modelo de gestão. Um Estado que funcione, um Estado que arrecade sem aumentar imposto, que tenha despesas controladas, aplicadas naquilo que é importante, cortando aquilo que pode cortar e ampliando onde tem que ampliar. Um Estado que tenha estratégia, visão de futuro, que não pense só no imediato", argumentou Paulo Câmara.

Em seguida, o governador ressaltou que, para o modelo funcionar, as instituições precisavam estar fortalecidas. "Naquele momento ficava muito claro que esse modelo de gestão só iria funcionar se tivéssemos as instituições fortalecidas, com pessoas comprometidas, pensando diferente. Que pensassem em um Estado que planeja, executa, que ouve, que tem a humildade de reconhecer erros e fazer as correções”, pontuou Câmara.  
       
Com a chegada dos novos profissionais, a Seplag poderá conduzir com maior eficiência as diversas tarefas inerentes ao modelo Todos por Pernambuco e ao Sistema de Planejamento. Inicialmente, a carreira do gestor governamental era denominada de analista de Planejamento, Orçamento e Gestão. Hoje, esses profissionais são responsáveis por importantes processos de trabalho, atuando na implantação de melhorias no modelo de gestão e na implementação da gestão por resultados em áreas específicas.
            
Secretário de Planejamento e servidor público de carreira do Tribunal de Conta do Estado, Danilo Cabral convocou os novos servidores ao “estado do fazer” e salientou que a nomeação dos gestores é um ato de valorização do serviço público. “É a reafirmação daquilo que a gente entende que deve ser o Estado; que é Estado de entregar às pessoas aquilo que é de direito do cidadão. Quando a gente faz a contraprestação do serviço público através dos diversos entes da federação, nós estamos devolvendo ao cidadão aquilo que, a duras penas, eles têm direito a adquirir através do pagamento de impostos”, arrematou.

Formada em psicologia com pós-graduação em Gestão de Desenvolvimento Humano e Organizacional, Louise de Lavour, 34 anos, relembrou a longa trajetória percorrida até a aprovação no certame e posse nesta manhã. “Foi um concurso difícil, tiveram questões abertas e discursivas, que é uma novidade para os concurseiros. Além  do curso de formação, que era eliminatório. Então, estou muito feliz por estar hoje aqui”, disse, com um largo sorriso.

Ao lembrar sua posse, há exatos 20 anos, como auditor do Tribunal de Contas do Estado (TCE), o governador convocou os novos gestores a contribuir para melhoria de Pernambuco trabalhando com “empenho” e “colaboração”. “Cheguem com esse intuito e vontade: de servir ao povo. E vocês verão que é uma tarefa muito desafiadora, mas muito gratificante. Gratificante porque nós vemos nas ruas o reconhecimento da população. Peço, apenas, uma coisa a vocês: tratem bem as pessoas, o público, seus colegas. Sirvam como vocês gostariam de ser servidos se precisassem de algum atendimento do Estado; porque é isso que a população espera da gente. Um tratamento digno, profissionalismo, determinação, e, acima de tudo, vontade de servir a Pernambuco”, conclamou Paulo Câmara, ao afirmar que os gestores terão um governador que quer “construir junto com vocês um Estado melhor para se viver, que funcione e chegue a todos."  

CALENDÁRIO - Os novos analistas entraram em efetivo exercício  na última terça-feira (13.02), com uma rotina de capacitação. Na primeira semana, fazem curso de ambientação para conhecer o funcionamento da Seplag, os processos internos de cada área e o papel de um analista de Planejamento, Orçamento e Gestão. Já nos dias 21 e 22, os novos servidores passam por uma  entrevista com os secretários-executivos da Seplag, para que o perfil de cada um seja conhecido. A última etapa, que segue até o dia 5 de fevereiro, consiste em treinamento técnico gerencial, que inclui a apresentação do modelo de gestão do Governo, culminando na distribuição de todos os profissionais na secretarias estaduais até o dia 19 de fevereiro.

Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.