Prefeitura do Paulista convoca população para aderir ao programa Remédio em Casa

Os moradores do Paulista que apresentam doenças como diabetes, hipertensão ou colesterol alto podem receber medicamentos, gratuitamente, na própria residência. O programa Remédio em Casa, criado pela atual gestão da prefeitura, possibilita ao paciente mais comodidade e evita as idas e vindas aos postos de saúde. A meta da Secretaria de Saúde é atingir 35 mil beneficiados, contudo, a procura ainda está baixa.

A pessoa que se enquadra no perfil do projeto deve se dirigir a uma unidade médica mais próxima de casa para ser avaliada por um especialista e começar a receber a medicação. A entrega dos medicamentos é feita através de motoboys devidamente identificados, contratados pela Secretaria Municipal de Saúde.

Cada kit é composto por uma quantidade de remédio suficiente para três meses de tratamento. Para receber uma nova remessa, o paciente deverá voltar a se consultar numa Unidade de Saúde da Família (USF) da rede local, o que vai criar o hábito involuntário do check-up periódico.
       
O formato do programa adotado no Paulista é um sucesso em outros estados como São Paulo e Minas Gerais. No município, o investimento para manter o funcionamento pleno do “Remédio em Casa” ficará na casa dos R$ 380 mil anuais, valor que sairá exclusivamente dos cofres da prefeitura.
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.