Saúde do Paulista inicia vacinação contra HPV nas escolas do município

Até o final de abril, técnicos do Programa Nacional de Imunização (PNI) da Secretaria de Saúde do Paulista visitam 43 escolas da rede municipal para imunizar meninas com idades entre 9 e 11 anos contra o Papiloma Vírus Humano (HPV). O trabalho faz parte da campanha da primeira dose da vacinação que teve o público ampliado por determinação do Ministério da Saúde – antes o público alvo eram as meninas com idades entre 11 e 13 anos.

Neste primeiro dia da ação, os técnicos da saúde da cidade estiveram na Escola Municipal Frei Guido, no bairro da Mirueira, onde 103 foram imunizadas. É nesta unidade que estuda a neta de 10 anos da aposentada Maria do Carmo da Silva. Para ela, independente da idade, o importante é prevenir. “No meu tempo não tinha isso. Tem mais é que vacinar mesmo. Muitos acham é que vai estimular a vida sexual, mas hoje em dia essas meninas já sabem dessas coisas desde cedo”, avaliou a paulistense.

No município do Paulista, das cerca de 5 mil garotas com idades entre 9 e 11 anos que deverão ser vacinadas contra o HPV, mais de 2.200 estão matriculadas nas escolas municipais. É importante lembrar que, seis meses após esta primeira dose, as meninas deverão receber o reforço da vacina na Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de casa. A terceira dose é ministrada cinco anos após a 1ª imunização.

As equipes de saúde também têm participado de reuniões de pais e mestres de colégios da rede particular no Paulista para orientar os responsáveis pelas meninas dentro do público alvo da vacinação. A vacina protege mulheres que não iniciaram a vida sexual e, por isso, não tiveram contato com o vírus HPV, que é uma das principais causas de ocorrência do câncer do colo de útero.

A imunização contra o HPV entrou no calendário vacinaldas meninas entre 11 e 13 anos no ano passado. Na ocasião a Secretaria de Saúde do Paulista imunizou cerca de 7 mil garotas, que já devem procurar a segunda dose da vacina.
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.