Governo amplia o PE Conduz com 15 novas vans adaptadas

“Antes, levar meu filho para as terapias era uma tortura; hoje, é um prazer”. O depoimento é da mãe do jovem Elielton Elan, 26 anos, que nasceu com paralisia cerebral. A dona de casa Maria José da Paz, 46, se somou à outras mães e pais que utilizam os serviços do PE Conduz para participar da solenidade que marcou a ampliação do programa, no Palácio do Campo das Princesas. A entrega de 15 novas vans adaptadas - um reforço de 38% na abrangência do programa - foi uma demanda feita no seminário do Todos por Pernambuco e atendida, no último dia 10 de agosto, pelo governador Paulo Câmara.

Na presença de usuários e funcionários do projeto, além de entidades que representam as pessoas com deficiência em Pernambuco, o chefe do Executivo estadual entregou ao motorista Deracildo Fernandez a chave que representou as 15 novas vans adaptadas adquiridas pelo Governo do Estado para reforçar o PE Conduz - os veículos estavam estacionados na frente do Palácio. Com isso, 120 pessoas que estavam na fila de espera passarão a ser beneficiadas pela iniciativa, que ampliará para 2 mil o número de atendimentos mensais. Em quatro anos, o Governo elevou a quantidade de veículos do PE Conduz de 15 para 45 vans adaptadas.
 
Ao destacar que veio de uma escola que “olha de perto os anseios da população", o governador relembrou a implantação do programa. “Eu não sei se vocês sabem como surgiu essa ideia do PE Conduz? O nosso querido ex-governador Eduardo Campos, ainda jovem, teve um acidente de carro e precisou fazer fisioterapia. Ele via as dificuldades das mães em levarem seus filhos para fazer aquele tipo de cuidado tão necessário. Eduardo governava como a gente também quer governar, não apenas atrás do birô, mas, acima de tudo, buscando estar presente, sentir o que o outro lado está sentindo. Ele criou o PE Conduz se colocando no lugar das pessoas e vendo as dificuldades delas em ter um atendimento adequado”, explicou Câmara.
 
Mesmo diante do cenário de crise vivenciado pelo País, Paulo garantiu que “não vai medir esforços” para assegurar a continuidade e qualidade das iniciativas que beneficiam a população. “Tive e tenho tido o cuidado, junto com toda a nossa equipe, de fazer com que essa crise econômica não atinja programas importantes. Para isso é preciso ter muito foco e determinação; um olhar cada vez maior em torno do que deve ser feito. E os programas que são prioritários do nosso Governo não vão ter, de maneira nenhuma, qualquer tipo de corte. Pelo contrário, queremos fortalecê-los e manter a qualidade dos serviços oferecidos à população”, cravou.

Desde 2013, Flávia Maranhão, 34, utiliza diariamente o serviço do PE Conduz para levar a filha Rafaelle Alessandra, 14, para atendimento médico. Com paralisia cerebral, a adolescente realiza sessões de fisioterapia, psicologia e pedagogia. Dedicada exclusivamente ao cuidado da filha, a dona de casa afirma que o programa deu “mais dignidade” à Rafaelle. “Às vezes, eu chegava na parada às 17h, quando terminava o tratamento dela, e só conseguia chegar em casa às 19h40, porque os ônibus estavam lotados ou com os elevadores quebrados. Eu saia até bem de casa, mas chegava com dor de cabeça, no auge do estresse; tanto para mim quanto para ela”, relembra.

Moradora do bairro do Totó, na Zona Oeste do Recife, e usuária do PE Conduz desde a implantação, em 2011, Maria José da Paz comemora a ampliação do programa, que permitiu a inclusão de mais um dia de transporte para atendimento médico do filho Elielton, que passará a usar o serviço três vezes por semana. Ao classificar o ato realizado hoje como um “momento muito esperado”, a dona de casa agradeceu a decisão do governador Paulo Câmara de ampliar o serviço. “Eu costumo dizer que cada pessoa que foi escolhida para conduzir os nossos filhos são anjos que Deus colocou na nossa vida”, disse, emocionada.

Secretario de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Isaltino Nascimento salientou que a ampliação do programa foi uma solicitação recorrente nas plenárias do Todos por Pernambuco, que percorreu as 12 Regiões Administrativas do Estado. Ao salientar que, anualmente, a iniciativa recebe um repasse de R$ 18,5 milhões, o gestor argumentou que a ampliação "fortalece a Política de Assistência à Pessoa com Deficiência em Pernambuco".
 
ABRANGÊNCIA -  Além dos 14 municípios da Região Metropolitana do Recife, o PE Conduz, criado em 2011, atende às cidades de Timbaúba (Zona da Mata Norte); Vitória de Santo Antão (Zona da Mata Sul); Caruaru e Garanhuns (Agreste); Arcoverde e Petrolina (Sertão). São realizadas 5.177 viagens por mês. As inscrições para atendimento podem ser realizadas através do site www.peconduz.pe.gov.br ou pelo telefone 0800.281.0312.
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.