Header Ads

Resultado da Pesquisa Origem Destino servirá de base para o Plano de Mobilidade do Paulista

Os dados da Pesquisa Origem Destino serão usados pela Prefeitura do Paulista na construção do Plano de Mobilidade da cidade. A informação foi confirmada nesta quinta-feira (13) pelo secretário municipal de Mobilidade e Administração das Regionais, José Rodrigues (Negão). O gestor da pasta disse que o resultado do estudo de deslocamento da população da cidade na Região Metropolitana corresponde a 60% do que é necessário para iniciar o plano. A expectativa é de até o mês de abril de 2019 o documento esteja pronto.

“Vamos aproveitar o máximo de dados possíveis que chegaram da pesquisa nesta quarta-feira (12) para construir esse documento que será um marco para a nossa cidade. O resultado que recebemos traz informações relevantes sobre o deslocamento das pessoas. Já identificamos, por exemplo, que os estudantes tem feito opção de ir a pé até as unidades de ensino, o que vai demandar, cada vez mais, do poder público políticas voltadas as calçadas. Esse será um dos pontos que vamos focar”, destacou José Rodrigues.

De fato o que foi colocado pelo secretário faz muito sentido porque a Pesquisa Origem Destino aponta que 50,60% dos estudantes do município que responderam ao questionário chegam até a escola, cursinho, faculdade, caminhando. Outros 29,07% dos entrevistados informaram que usam ônibus para fazer esse tipo de deslocamento. O carro ficou em terceiro lugar com apenas 5,60% do público.

Quando é para chegar ao trabalho, 60,26% dos entrevistados da cidade responderam usar ônibus nesse percurso. Apenas 12,03% dos participantes preferem ir de carro, enquanto 6,48% optam por motocicleta. O tempo médio nesse deslocamento fica entre 30 e 45 minutos para 38,67% do público. Quando é para chegar à unidade de ensino, por exemplo, a média de tempo cai para 15 a 30 minutos para 25,11% dos entrevistados.

A pesquisa também revelou que a população do Paulista opta por ônibus para ir ao médico ou para procurar algum tipo serviço. Em seguido vem à ida ao destino caminhando e, por último, de carro. Quando se trata da ida ao supermercado, os entrevistaram responderam que preferem ir a pé, depois de carro e, por último, de ônibus.

NÚMEROS – Ao todo, 202 mil moradores das 15 cidades da Região Metropolitana do Recife participaram da Pesquisa Origem / Destino, que foi capitaneada pelo Governo do Estado e contou com o apoio dos municípios. Ela teve início em 2017 e foi concluída nesse ano.

Nenhum comentário