Header Ads

Sistema socioeducativo recebe duas novas unidades da Funase

Em mais uma ação para o fortalecimento do atendimento socioeducativo do Estado, o governador Paulo Câmara entregou, neste sábado (29.12), duas novas unidades da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase). Com investimentos de mais de R$ 45 milhões, os Centros de Atendimento Socioeducativo (Case) Recife e Pirapama disponibilizarão um total de 162 vagas para adolescentes do sexo masculino que cumprem medida socioeducativa. Ligada à Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), a Fundação passa, agora, a contar com 25 unidades em operação no Estado.

“Nos últimos quatro anos, tivemos a grande preocupação de avançar nas políticas socioeducativas. Então, finalizamos esse período com a missão cumprida. Conseguimos atingir a meta que era deixar o sistema socioeducativo com um número de vagas compatível com a necessidade e com os padrões internacionais. A nossa juventude precisa ter políticas de prevenção que evitem a necessidade de internação. Mas, caso haja a necessidade, a gente tem que ter também unidades preparadas e prontas que possam realizar o trabalho necessário para que esses jovens possam voltar ao convívio da sociedade, como estas que estão sendo entregues hoje e como tantas outras que já funcionam em todo o Estado", destacou o governador.

Na ocasião, Paulo ratificou ainda seu compromisso com as ações e programas de prevenção, que também faz parte das prioridades do seu Governo. "Nos próximos anos, nós vamos trabalhar muito para fazer prevenção. Colocar a educação, o esporte e a cultura cada vez mais presentes na vida dos nossos jovens para que eles possam seguir em frente, constituir família e arrumar bons empregos", enfatizou.

ESTRUTURA – Localizado na Avenida Abdias de Carvalho, no bairro do Bongi, o Case Recife tem capacidade para atender 90 adolescentes. O equipamento está em fase de licitação para a aquisição do mobiliário. A expectativa é de que, já em fevereiro próximo, a unidade comece a receber os adolescentes. A obra da unidade integra também a reforma do Centro de Integração Provisória (Cenip) Recife, que foi entregue em 2016. O equipamento possui capacidade para 120 socioeducandos e abriga, atualmente, 96. Ao todo, foram investidos R$ 29,8 milhões. O complexo possui uma área de 7,8 mil metros quadrados.

Já o Case Pirapama, construído no bairro de mesmo nome, na cidade do Cabo de Santo Agostinho, já está mobiliado e deve começar a receber os adolescentes na próxima semana. Ao todo, são 72 vagas no local. A estrutura possui 3,8 mil metros quadrados e contou com um aporte de R$ 15,7 milhões. As unidades foram construídas nos parâmetros do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase) e dispõem de alojamentos, quadras de esportes, salas de aula, setor de saúde e instalações administrativas.

Além do Case Recife, do Case Pirapama e do Cenip Recife, já foram entregues também espaços requalificados no Case Abreu e Lima e no Case/Cenip Garanhuns. Com 90% das obras concluídas, a expectativa é de que, já no primeiro trimestre de 2019, seja entregue o novo Case Guararapes, em Jaboatão, com 90 vagas.

Com a entrega das duas novas unidades, Pernambuco se consolida como um dos poucos Estados brasileiros que tiveram capacidade financeira para investir na melhoria do sistema socioeducativo, como explica o secretário da SDSCJ, Cloves Benevides. “Uma série de intervenções mudaram o padrão do sistema socioeducativo em Pernambuco. Cada situação que acontece em uma unidade socioeducativa, desde a entrada de um fornecedor, visitantes e familiares; as situações de crises, como as equipes lidam com elas; a posição e atuação da Polícia e dos agentes; tudo isso ganhou um procedimento operacional padrão, que serve para todas as unidades e, agora, começa a qualificar as atividades de cada um dos servidores. Porque construir medidas socioeducativas, construir a reinserção é um esforço de todas as pessoas que operam esse ambiente. Por isso, não são apenas obras físicas que estão sendo entregues, mas também uma filosofia que cada vez mais humaniza e introduz educação, cultura e esporte neste sistema para a reinserção social desses jovens", frisou.

NÚCLEO SETORIAL DE PLANEJAMENTO – Para fortalecer a gestão e melhorar os resultados das políticas gerenciadas pela SDSCJ, foi instituído este ano um planejamento organizacional e estratégico junto à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag). Com o objetivo de traçar as metas e monitorar com clareza os projetos e ações, foi criado também o Núcleo Setorial de Planejamento, equipe montada na Gerência Geral de Planejamento, Monitoramento e Avaliação por Resultados. Através de encontros semanais com os secretários executivos, coordenadores e gerentes do órgão, foram delimitados quais estratégias deveriam ser executadas para tornar as ações dos programas e projetos mais eficientes. Com um método remodelado, a proposta é fazer com que a gestão atue mais efetivamente nos programas para que a população possa receber os serviços de forma mais coerente com a realidade que Pernambuco enfrenta atualmente.

Também participaram o secretário Antônio de Pádua (Defesa Social) e o secretário executivo Marcelo Canuto (Casa Civil), além de integrantes da Funase e da SDSCJ.

Nenhum comentário