Header Ads

Paulista promove ação de sensibilização quanto ao tema da violência contra a mulher

Quem passou neste sábado (26.01) pela Av. Cláudio Gueiros Leite, no bairro do Janga, percebeu que em Paulista o tema do enfrentamento à violência contra a mulher é um assunto muito levado a sério. É que para chamar a atenção do público em relação à causa, a equipe da Secretaria Executiva de Políticas para as Mulheres da cidade realizou, pelo quinto ano consecutivo, uma ação educativa na altura do Bompreço com direito muita música, orientações, distribuição de materiais informativos e rosas.
A ideia foi alertar o público sobre a importância da cultura de paz entre homens e mulheres, sob a ótica do respeito às diferenças e igualdade de direitos. Ao longo da manhã, as servidoras da pasta realizaram diversas abordagens aos transeuntes, motociclistas e condutores para destacar as ações do município no enfrentamento à violência doméstica e familiar, disponibilizando meios de ajuda para que a mulher em vulnerabilidade consiga um novo rumo na vida.    
Acostumada a passar Av. Cláudio Gueiros Leite, a bioquímica Luiza Vilarino aprovou a iniciativa da prefeitura. Na visão dela, o município que apoia essa causa merece elogios. “Essa é uma ação maravilhosa. Fico muito contente que Paulista esteja levando esse tema à frente. A mulher realmente precisa se cuidar. Espero que seja muito levado a sério por todo mundo, principalmente, os homens”, argumentou.
Acompanhado da esposa grávida, o motorista Éder Souza disse que ações como essa ajudam bastante a diminuir a sensação de solidão que uma mulher pode sentir numa situação de violência. “As mulheres realmente precisam muito desse apoio. É importantíssima essa divulgação. Infelizmente ainda convivemos numa sociedade retrógrada e machista. Então uma atividade aqui como essa só faz trazer benefícios pra todos”, disse.
Coordenando a ação, a secretária-executiva de Políticas para as Mulheres, Bianca Pinho Alves, revelou que a gestão municipal desenvolve um trabalho estruturador desde 2013 quando a pasta foi criada. Isso tem ajudado muito o público feminino da cidade, seja no aspecto da qualificação profissional, seja na conscientização de estudantes quanto à necessidade do respeito à igualdade de gênero e até no atendimento dos casos de violência com o suporte necessário. Apesar disso, ações dessa natureza são muito relevantes.
“Homens e mulheres precisam conviver em harmonia, em paz. Esse é o caminho para que tenhamos uma sociedade melhor. Sabemos que eles são bem diferentes, mas merecem o mesmo respeito, as mesmas oportunidades e os mesmos direitos. E isso é o que estamos tentando construir na cidade, com ações como esta e programas/projetos estruturadores”, destacou a gestora.
APOIO – O público feminino da cidade que necessitar de ajuda pode acionar o Disque Denúncia, através do fone 180; a Secretaria Executiva de Políticas para as Mulheres do Paulista, por meio do contato 99942.0337; a Delegacia Especial da Mulher, no Complexo Policial do Centro, ligando no 3184.7075; ou Centro de Referência da Mulher - Aqualtune, indo à Rua Santa Tereza, 384, no Centro.

Nenhum comentário