Header Ads

Paulista segue monitorando a reprodução das tartarugas marinhas


Foto: Carolina Souza/Divulgação
A Prefeitura do Paulista segue monitorando a reprodução das tartarugas marinhas na faixa litorânea da cidade. Na tarde desta terça-feira (29.01), uma equipe da Secretaria Executiva de Meio Ambiente localizou um ninho com vários ovos, localizado sobre as areias de uma praia do município.

A localização foi possível graças a um comunicado feito por um banhista, como informa o gestor ambiental da secretaria, Herbert Andrade. “Nós recebemos uma comunicação, via WhatsApp, informando que uma tartaruga havia desovado em uma praia da nossa cidade. Fomos até o local, e conseguimos localizar o ninho, com uma boa quantidade de ovos, e em uma localização que o mar não bate com frequência. A depender da incidência do clima e da temperatura ambiente, o nascimento dessas tartarugas podem variar entre 45 e 60 dias”, concluiu. O gestor informou ainda que para evitar o ataque dos predadores, o nascimento das tartarugas podem ocorrer no período da noite.

Desde 2014, quando foi criada a Secretaria de Meio Ambiente em Paulista, a gestão municipal vem monitorando as desovas das tartarugas marinhas no litoral da cidade, para evitar a predação de animais, e em muitas ocasiões, de seres humanos, que acabam por desenterrar os ovos e contribuindo para a redução da espécie.

Nenhum comentário