Header Ads

Profissionais da saúde recebem formação sobre tuberculose no Paulista

A tuberculose mata um milhão de pessoas no mundo todos os anos. Para combater a doença, a Prefeitura do Paulista, através da Secretaria de Saúde, realizou um encontro de formação para os enfermeiros e médicos da rede municipal, com palestra de atualização e entrega de informativos a respeito da patologia. Esta atualização aconteceu nesta Sexta-feira (22.03), no auditório da saúde. Na ocasião, os participantes puderam adquirir conhecimentos sobre as novidades no combate e tratamento da doença.

O evento também realizado em alusão ao Dia Mundial da Tuberculose, que é no domingo (24.03), contou com a presença da médica pneumologista, Nelia Tinoco, que proferiu a palestra. Segundo ela, a tuberculose no Brasil tem uma incidência muito elevada e por isso se faz necessário renovar o conhecimento desses profissionais. “Recentemente, houve uma atualização no tratamento nos esquemas de tuberculose, e isso tem que ser repassado para os agentes, enfermeiros e médicos que trabalham nas unidades de saúde”, frisou.

A participante Melka Pinto, enfermeira da Unidade de saúde da família (USF) Sitio Fragoso I, aprovou a palestra.  “Que a gente sempre possa ter encontros assim para nos atualizar sobre essas patologistas, como a tuberculose, que é um problema muito grande nas comunidades”, concluiu.

De acordo a médica Rafaela Valadares da USF Jardim Paulista Baixo, após essa formação eles tem uma maior facilidade para descobrir se um paciente tem tuberculose ou não. “Vale ressaltar que as pessoas que estão com tosse persistente, febre vespertina, falta de apetite e emagrecimento, deve evitar contato com as pessoas suspeitas de tuberculose e procurar uma Unidade de Saúde da Família do município, lá eles serão encaminhados para realizar a baciloscopia, principal exame no diagnóstico e se o resultado for positivo, será iniciado o tratamento”, finalizou.

Nenhum comentário