Header Ads

PUBLICIDADE

CEO da Accenture anuncia 2,5 mil novas vagas em Pernambuco e investimento em Centro de Inovação

Reconhecido pela expertise na criação de soluções para empresas de nível global, o parque tecnológico pernambucano ganhará um reforço de 2,5 mil novas vagas de emprego nos próximos dois anos. O incremento previsto para o setor de TIC foi anunciado nesta quarta-feira (8) pela Accenture, que mantém no Recife seu único Innovation Center no Brasil, considerado o maior da América Latina, onde já trabalham 2,5 mil profissionais. A expansão foi detalhada pelo CEO Leonardo Framil, em reunião com o governador Paulo Câmara e o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach, em São Paulo. A diretora executiva do Centro de Tecnologia e Inovação da Accenture para América Latina, Flávia Picolo, também participou do encontro.

Esses números representam parte significativa do quadro de 13 mil funcionários mantido no País pela empresa de consultoria de gestão, tecnologia da informação e outsourcing. A Accenture começou a operar em 2015, no Porto Digital, com a criação de um Delivery Center. Além de Pernambuco, há outros três em operação, situados em Barueri (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Nova Lima (MG). Com a inauguração do Centro de Inovação no Recife, em 2017, a empresa passou a concentrar investimentos mais robustos no Estado. A fim de atrair e reter talentos em todo o mundo, foram investidos, no ano passado, US$ 925 milhões em treinamento e desenvolvimento de mão de obra.

“O crescimento da Accenture em Pernambuco está sintonizado com o nosso investimento na educação. Estamos estreitando o relacionamento com a empresa, para facilitar o plano de expansão dela e garantir mais oportunidades para nossos jovens”, afirmou o governador Paulo Câmara. Desde 2016, a empresa mantém em solo pernambucano o programa “Accenture do Futuro”, com o objetivo de capacitar estudantes de instituições de ensino públicas para ocuparem cargos técnicos no setor de TIC. A iniciativa, que completou três anos, beneficia alunos com idade entre 18 e 24 anos que já concluíram o ensino médio.

O secretário Bruno Schwambach frisou que os planos da Accenture estão alinhados com as projeções de crescimento do ecossistema de inovação em TIC do Estado, que nem mesmo durante o período de recessão deixou de atrair novas empresas. “Temos um projeto de, em quatro anos, dobrar de tamanho. Em vez de dez mil, teremos 20 mil pessoas trabalhando nas empresas do Porto Digital, com um faturamento em torno de R$ 4 bilhões”, destacou o secretário de Desenvolvimento Econômico.

A Accenture tem como foco captar talentos nas universidades. Hoje, está presente em 120 países e possui 477 mil funcionários. De acordo com a gigante do ramo de consultoria, no ano de 2018 foram recrutados, em nível global, cerca de 100 mil profissionais com grande expertise, entre PhDs, cientistas analíticos, desenvolvedores de web, especialistas em marketing digital e Big Data. “A Accenture encontrou em Pernambuco um ambiente de negócios muito favorável e, por isso, está aumentando sua dimensão no Estado”, reforçou Leonardo Framil, CEO da companhia.
 

Performance global da Accenture (ano fiscal de 2018):

- Faturamento de US$ 41 bilhões;
- 477 mil funcionários, distribuídos em 120 países;
- Atuação em mais de 40 indústrias;
- Investimento de US$ 1,7 bilhão em P&D;
- US$ 925 milhões aplicados em treinamento e desenvolvimento para atrair e reter os perfis especializados necessários aos seus clientes;
- Nos últimos 12 meses, foram investidos US$ 658 milhões na aquisição de empresas que reforçaram as capacidades da Accenture nos âmbitos de Industry X.0 e Inteligência Aplicada;
- Possui hoje escritórios em São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF), Belo Horizonte (BH), Porto Alegre (RS), Recife (PE), São José dos Campos (SP), Campina Grande (PB) e Vitória (ES).

Nenhum comentário