Header Ads

PUBLICIDADE

I Seminário da Agricultura Familiar de Base Agroecológica acontece no Paulista

Você sabia que é possível ter uma alimentação saudável e gostosa ao mesmo tempo? Quem compareceu, nesta terça-feira (22.10), ao I Seminário da Agricultura Familiar de Base Agroecológica do Paulista, participou de palestras e se inteirou mais sobre esse e outros temas voltados à sustentabilidade. A ação, que teve início às 8h30 e segue até às 16h30, está acontecendo no Centro de Educação e Formação em Medicina Popular (Cefomp), Centro da cidade. A entrada é gratuita.
A programação está sendo composta por palestras educativas, roda de diálogos e troca de sementes criolas. Entre os tremas abordados nas conversas, estão: agroecologia, agricultura familiar e alimentos orgânicos. “É importante trazermos esse tipo de ação para perto da comunidade, pois aqui iremos abordar e esclarecer muitas dúvidas. Estamos destacando bastante a questão da agricultura do nosso município, onde os agricultores podem se informar e começar a comercializar de forma saudável, ou em locais já existentes, ou abrindo seus próprios negócios”, disse o engenheiro agrônomo do município, Adgerlan Codácio.
“Gosto muito de participar desses eventos que envolvem alimentação sustentável e agronegócio. Nesse hoje, em especial, estamos aprendendo bastante sobre a origem dos alimentos que consumimos, além de como podemos fabricar e ingerir produtos de qualidade, com nutrientes bons para o nosso corpo”, ressaltou o estudante Leonan Micaio.
A professora Camila Silva falou do objetivo do seminário e ressaltou que essa é apenas a primeira de muitas ações que serão realizadas na cidade. “Aqui em Paulista identificamos que os agricultores não estão em nenhuma associação ativa, e a partir disso, começamos a buscar formas de unir essas pessoas para que elas possam comercializar. O comércio na área rural  não é fácil, e aqui vamos abordar também a questão da violência, para que tudo seja feito com segurança e tranquilidade. Várias ações serão realizadas voltadas para esse tema, estamos sempre abertos para oferecer esses projetos de extensão para a comunidade”, explicou.
A iniciativa foi coordenada pela Secretaria Executiva de Meio Ambiente do Paulista, em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), o Centro de Educação em Formação de Medicina Popular (CEFOMP), do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Associações Rurais.   

Nenhum comentário