Header Ads

PUBLICIDADE

Governo lança edital para estudo de estruturação de concessão do Centro de Convenções

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação e da Secretaria de Turismo e Lazer, lançou edital para estudo de estruturação que possa subsidiar uma futura parceria com a iniciativa privada para gestão do Centro de Convenções do Estado. O objetivo é que, com o trabalho, o Estado e o ente privado tenham a capacidade de realizar investimentos diversos, que incluem: modernização dos equipamentos, operacionalização e manutenção do espaço.
A iniciativa integra a carteira de projetos do Programa de Parcerias Estratégicas de Pernambuco (PPPE) e foi aprovada pelo conselho gestor do PPPE. O valor estimado global da licitação é de R$ 838.982,26, será feita por pregão eletrônico e terá como critério de julgamento o menor preço. O edital, termo de referência e demais documentos relativos ao processo estarão disponíveis na página do Programa de Parcerias Estratégicas de Pernambuco (www.parcerias.pe.gov.br) e no painel de licitações do Estado (www.licitacoes.pe.gov.br)
Para o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marcelo Bruto, a estruturação do projeto é o primeiro passo para transformar o Cecon em um equipamento mais moderno e rentável para o Estado. “O propósito maior é tornar o equipamento num espaço multiuso, composto por áreas próprias e modernas para realização de congressos, seminários, feiras de negócios e eventos diversos. Buscamos um arranjo equilibrado entre o uso adequado e eficiente, capaz de potencializar o desenvolvimento da economia local, que gere receita para o Estado e renda para a população”, ponderou.
O secretário de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes, destaca a força do Centro de Convenções de Pernambuco na região, mesmo contando com quase 50 anos de uso. “Nosso Centro de Convenções, apesar das quase cinco décadas de uso, oferece uma estrutura fundamental para o desenvolvimento do turismo de negócios no Estado. Com a futura parceria, ele será requalificado, colocando Pernambuco na liderança do Nordeste, e atendendo, assim, um pleito do trade turístico por um equipamento mais moderno”, afirma Novaes.

Nenhum comentário