Jarbas: retorno ao Palácio cinco anos depois


Por Rivânia Queiroz
O senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) volta pela primeira à sede do governo pernambucano desde que concluiu o seu mandato de governador, em janeiro de 2007. Ele será recebido pelo anfitrião, o governador Eduardo Campos (PSB), com quem vem reatando os laços, nos últimos meses.
Estava previsto que o senador almoçaria no Palácio do Campo das Princesas, às 13h, quando o governador recebe, no salão dos banquetes, os nove membros integrantes da Comissão Estadual da Memória e da Verdade. Mas o senador irá apenas à cerimônia marcada para às 16h, quando os membros da Comissão tomarão posse. Segundo a assessoria de Jarbas, o peemedebista tem tratamento dentário no mesmo horário do almoço.
Jarbas e Eduardo têm protagonizado, desde o ano passado, cenas de um romance prestes a se confirmar. No carnaval deste ano deram demonstrações públicas de afeto e, recentemente, trocaram afagos. Esse enlace tem deixado atônitos peemedebistas e socialistas, que não acreditavam mais nessa união.
Além, de Jarbas Vasconcelos foram convidados para o evento os outros dois senadores do Estado. Humberto Costa (PT) não estará presente nem no almoço, nem na cerimônia de posse. Ao blog, a assessoria de imprensa informou que o senador ficará em Brasília para concluir o relatório de Demóstenes Torres e não virá mais ao Recife, como estava programado. Armando Monteiro Neto (PTB) confirmou presença tanto no almoço, quanto na cerimônia de posse.
Investigação - A instalação da Comissão Estadual da Memória e da Verdade será nos jardins do Palácio do Campo das Princesas. Criada pelo Projeto de Lei do Executivo de nº. 840/2012, a Comissão pernambucana vai apurar e esclarecer crimes de sequestro, morte, desaparecimento e tortura ocorridos no território de Pernambuco ou contra pernambucanos, ainda que fora do Estado, entre os anos de 1946 e 1988. Nove membros compõem a comissão, que será coordenada pelo ex-deputado Fernando Vasconcelos Coelho.
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.