Geraldo Julio quer criar Hospital da Mulher e 20 Upinhas no Recife


a2833297e5120a547a1e019eaa99af0f.jpg
No programa do candidato socialista, Hospital da Mulher teria maternidade de alto risco e capacidade para 400 partos por mês
Foto: Divulgação

Milenna GomesDo NE10
Se for eleito, o prefeiturável Geraldo Julio (PSB) diz que vai investir R$ 173 milhões em projetos para a melhoria do sistema de saúde do Recife. Entre as propostas, anunciadas nesta sexta-feira (13), estão a criação do primeiro Hospital da Mulher e a implementação de 20 Upinhas - Unidades de Pronto Atendimento (UPA) para casos de menor complexidade.

As Upinhas, segundo ele, devem contar com ambulância, farmácia, Posto de Saúde da Família (PSF) e funcionar 24h. Dezoito delas, promete, vão ser distribuídas pelas microrregiões da cidade e, devido à demanda, o Ibura, na Zona Sul, e Casa Amarela, na Zona Norte, ganhariam os outras duas. "Lá, a população vai receber atendimentos de casos simples, como diarreia e gripe", explicou o candidato.

Outro planejamento para a possível gestão é erguer seis UPAs Especialidade (UPA-E) para dar suporte aos pacientes em relação a consultas especializadas e exames específicos. "Esse serviço nos grandes hospitais ainda é muito lento e as pessoas esperam meses para fazer agendamentos e receber diagnósticos. Os centros vão significar uma melhoria sensível na qualidade de vida da população", defendeu Geraldo. Todas as UPAs trabalhariam interligadas.
http://www2.uol.com.br/JC/HTML_PORTAL/cotidiano/geraldosaude.jpg
Propostas foram apresentadas esta sexta em encontro com a imprensa
O socialista ainda prometeu investimentos na saúde da mulher, com a construção do primeiro centro hospitalar da capital pernambucana direcionado ao público feminino. O Hospital da Mulher seria equipado com uma maternidade para gestantes de alto risco e teria capacidade de realizar 250 cirurgias diversas e 400 partos por mês. A unidade de atendimento médico custaria R$ 45 milhões aos cofres da PCR. Geraldo, no entanto, não garantiu concursos públicos para a contratação de novos médicos que supririam a carência já existente em Recife.

Programa do Governo do Estado que já atingiu 70 mil gestantes em Pernambuco, diz Geraldo Júlio, o Mãe Coruja seria trazido em escala menor ao Recife a fim de garantir o pré-natal e ultrassonagrafias para as mães da cidade. "A criança nascida sob os cuidados do projeto vai ser acompanhada até os 5 anos. Isso vai diminuir os índices de mortalidade infantil aqui", antecipou.

Ele também diz pretender fortalecer o Programa Saúde da Família formando 60 novas equipes, melhorando a infraestrutura dos postos e dando melhores condições de trabalho ao pessoal. O candidato a vice-prefeito, Luciano Siqueira, completou: "Vamos dar atenção especial aos médicos que trabalham em PSF. Queremos que eles sigam carreira".
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.