Museu do Cangaço no Sertão conta com aulas de dança

E um destino muito especial pode ser visitado, no Sertão: o Museu do Cangaço. Lá, o famoso “Lampião”, ganhou fama e as histórias, os objetos e as recordações do cangaceiro mais temido do sertão estão na cidade de serra talhada.
O Museu do Cangaço em Serra Talhada, é um cartão postal do desbravamento do Sertão. Em cada peça um detalhe que conta a história da época em que os sertanejos presenciavam o conflito entre as volantes e o bando de lampião. O lugar foi inaugurado há quatro anos, fica na antiga estação rodoviária da cidade. Nasceu de um  triângulo amoroso entre Anildomá, Cleonice e o Cangaço.
Lá tem  espingarda revólveres, bala, e muita história. Entre as milhares interessantes que as pessoas têm pra contar, uma delas foi a inundação da antiga Vila São Francisco. Lugar que Lampião e o Bando dele frequentavam muito.
Lá no Museu estão em exposição mais de duas mil peças. Entre elas, fotografias que contam a história do cangaço. Um dos acervos mais importantes são as fotos doadas pela família de Sinhô Pereira, o único homem na história a ser chefe de Lampião.
Apaixonados também pela música, o casal decidiu que o museu deveria ter vida. Cleonice então, começou a dar aulas de xaxado. Foi aí que o ambiente tornou-se um espaço também para a dança. Surgiu, o , hoje, tradicional grupo de xaxado Cabras de Lampião.
Os grupos de xaxado formados no museu, têm a oportunidade de mostrar o talento e o resultado de tanta dedicação aqui mesmo. Nas visitas que os estudantes fazem ou que os turistas marcam com antecedência, o museu também vira palco. Os dançarinos estão lá, mostrando no baque da espingarda no chão ou no grito de guerra, a  força, a cultura e as raízes do povo sertanejo.
Para o programa ser completo, os alunos também assistem um cineminha.  Em um dos ambientes  é exibido um documentário que conta a história de lampião e do cangaço.
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.