Águia vence, escapa da queda e dá fim à temporada do Santa Cruz - Portal Muito Mais - O seu portal de notícias!!!

ÚLTIMAS DO PORTAL

test banner

Post Top Ad

.

29 de outubro de 2012

Águia vence, escapa da queda e dá fim à temporada do Santa Cruz

Paraenses batem pernambucanos por 1 a 0 e passam o Salgueiro, rebaixado para a Série D; 
Tricolor adia sonho de voltar à Série B

No primeiro turno da Série C, em jogo realizado no Recife, o Santa Cruz goleou o Águia de Marabá por 6 a 1. Neste domingo, no entanto, o time paraense deu o troco de maneira cruel aos pernambucanos e nem foi preciso um placar elástico. Com a vitória por 1 a 0, o Águia eliminou as chances do Tricolor de passar à fase de mata-mata da Série C. O gol saiu aos 30 minutos do segundo tempo dos pés de Wando. O jogo teve um público de 1.383 torcedores.
Com a vitória, o Águia foi a 22 pontos - mesma pontuação do Santa Cruz - e se livrou da queda para a Série D. O curioso é que, além de impedir o Santa Cruz de voltar à Série B, o time de Marabá fez outra vítima pernambucana uma vez que ultrapassou o Salgueiro na tabela de classificação e empurrou a equipe sertaneja para o rebaixamento.
O jogo começou com atraso de pouco mais de dez minutos, mas quando a bola rolou sobrou disposição das duas equipes. Por jogar em casa e estar mais acostumado ao gramado do estádio Zinho de Oliveira, o Águia protagonizou as principais jogadas de perigo. Ainda que em lances isolados, no entanto, o Santa Cruz também levou certo perigo aos donos da casa e teve suas chances de abrir o placar. No final, no entanto, prevaleceu a força caseira do Águia.
Para as duas equipes, futebol profissional apenas em 2013. O Águia voltará suas atenções para a disputa do Campeonato Paraense enquanto ao Santa Cruz restará reunir forças para tentar o tricampeonato pernambucano. Vale destacar que Tricolor não venceu nenhum jogo fora de casa nesta edição da Série C.
Águia x Santa Cruz (Foto: Terni Castro/Globoesporte.com/PE) 
Jogo entre Águia e Santa Cruz começou com dez minutos de atraso 
(Foto: Terni Castro/Globoesporte.com/PE)

Jogo começa com atraso

Águia e Santa Cruz iniciaram o jogo no estádio Zinho de Oliveira com atraso de pouco mais de dez minutos. O retardamento não foi exclusivo dos paraenses e pernambucanos, pois nas outras partidas do grupo A houve incidente semelhante. A tática tinha uma razão: cada equipe queria jogar sabendo em que pé estavam as partidas de seus adversários na disputa por uma vaga no mata-mata da Série C.
Quando o jogo começou, no entanto, a "malandragem" foi deixada de lado e passou a valer a técnica e a raça de cada equipe na busca por uma vaga na fase seguinte e para escapar do rebaixamento. A primeira chance de gol foi do Santa Cruz. Com 25 segundos, Renatinho tocou para Dênis Marques que ficou cara a cara com o goleiro do Águia e por pouco não abriu o placar.

A resposta do Águia só viria perto dos três minutos. Depois de uma cobrança de escanteio, a bola sobrou para Carlão. O jogador mandou de cabeça para o gol, mas Tiago Cardoso defendeu. Depois desse lance, o time de Marabá seguiu pressionando. Flamel cruzou para Mocajuba e ele arriscou de fora da área mandando a bola para fora.

O Santa Cruz voltou a chutar a gol aos nove minutos, com Renatinho, em cobrança de falta. O lateral tricolor chutou em direção ao gol, mas o goleiro Marcelo Cruz defendeu sem dificuldades. A partir daí os times passaram a se revezar nas jogadas ofensivas, com Mocajuba protagonizando as melhores ações do Águia em campo. Aos 15 minutos, ele recebeu um belo passe de Daniel e assusto o goleiro tricolor no arremate.

Águia domina

(Foto: Terni Castro/Globoesporte.com/PE)
Águia x Santa Cruz (Foto: Terni Castro/Globoesporte.com/PE)
Aos poucos, o Águia conquistou o domínio do jogo e quase não deu espaços ao Santa Cruz. Os paraenses tiveram pelo menos duas boas chances de abrir o placar graças a alguns vacilos da zaga tricolor. Aos 22 minutos, Wando chutou da risca da pequena área por cima do gol de Tiago Cardoso.

O domínio do Águia era tamanho que os jogadores passaram a tentar jogadas bonitas. Aos 28 minutos, Flamel colocou a bola entre as pernas do volante Chicão e na sequência chutou no canto direito do goleiro Tiago Cardoso, que salvou mais uma bola. Aos 36 minutos, a pressão dos paraenses resultado em um cartão amarelo para o zagueiro Vágner, que só conseguiu parar Flamel com falta.

Com a pressão do Águia, o atacante Dênis Marques precisou voltar em alguns momentos para ajudar o setor defensivo do Santa Cruz. Os paraenses impuseram uma blitz no decorrer do jogo e quase não sobrava espaço para os pernambucanos atacarem. Em um desses raros momentos, Caça-Rato tentou acertar o gol advesário com uma bicicleta. Em outro lance isolado, foi Dênis Marques que levou perigo ao gol de Marcelo Cruz já no fim do primeiro tempo.
Wando marca aos 30 minutos
As duas equipes foram para o segundo tempo com a mesma disposição da etapa inicial. Com um minuto de jogo, Flamel chutou e Tiago Cardoso fez uma excelente defesa. A resposta do Santa Cruz foi dada com Caça-Rato, que arriscou aos dois e aos seis minutos na tentativa de surpreender os donos da casa.

No decorrer da partida, os jogadores de cada equipe foram informados por seus respectivos técnicos do andamento dos outros jogos, que não ajudam nem uma equipe e nem a outra. Com isso, os times se lançaram para o ataque no esquema "tudo ou nada". A cartada do técnico Zé Teodoro foi trocar o lateral-esquerdo Tiago Costa e colocar o atacante Fabrício Ceará para dar mais volume ao setor ofensivo do Santa Cruz.

As mudanças não sentiram o efeito esperado e o Santa Cruz continuou a levar sufoco pelos pés de Mocajuba, Wando e Flamel. Os três se revezaram nas jogadas ofensivas e deram bastante trabalho ao goleiro Tiago Cardoso. Os donos da casa também resolveram trocar as peças de jogo com as saídas de Analdo e Danilo Galvão para a entrada de Marquinhos Marabá e Peri.

Depois dos 25 minutos, o jogo ficou ainda mais aberto com ataques de lado a lado. Mais objetivo, o Águia abriu o placar aos 30 minutos com Wando. A partir daí, o Santa Cruz ficou atordoado em campo e por pouco os donos da casa não fazem o segundo. Nos minutos finais, os donos da casa continuaram pressionando. Não marcaram, mas o 1 a 0 já era suficiente para se livrar do rebaixamento.
Águia x Santa Cruz (Foto: Terni Castro/Globoesporte.com/PE) 
Águia escapou do rebaixamento e acabou sonho do Santa Cruz 
(Foto: Terni Castro/Globoesporte.com/PE)

Por GLOBOESPORTE.COM
Postar um comentário

Post Top Ad

test banner