Frente Parlamentar fará mobilização pelo fim da tuberculose

Divulgação
Folder campanha pelo fim da tuberculoseA Frente Parlamentar pela Luta Contra a Tuberculose vai realizar na próxima semana no Congresso Nacional atividades de mobilização pelo fim da tuberculose no Brasil.
Durante dois dias, 30 e 31 de outubro, parlamentares, ativistas, estudantes e profissionais de saúde estarão nos corredores das duas casas, levando informações sobre a doença e distribuindo material educativo para reforçar que a tuberculose ainda existe e deve ser combatida.
Apesar de ter cura há mais de 50 anos, a tuberculose ainda acomete muitos brasileiros. A cada ano são registrados mais de 71 mil casos e aproximadamente 4.500 óbitos. A tuberculose é a quarta causa de morte por doenças infecciosas e primeira causa de morte entre as pessoas com HIV/AIDS.
Exclusão social
Além de ser uma doença que tem relação direta com a miséria e a exclusão social, afetando, sobretudo pessoas em situação de extrema pobreza, a tuberculose atinge principalmente os povos indígenas, a população privada de liberdade e pessoas que vivem em situação de rua. Também estão mais vulneráveis à tuberculose as pessoas que vivem com HIV/AIDS e com outras doenças que comprometem a imunidade.
De acordo com o presidente da frente, deputado Antonio Brito (PTB-BA), a inserção deste tema na agenda política brasileira pode resultar no aperfeiçoamento da legislação relacionada à saúde, assistência social e outras políticas vinculadas, que favoreçam as pessoas afetadas pela doença além de aumentar sua visibilidade.
Os eventos serão realizados no Espaço Mário Covas, anexo 2 da Câmara dos Deputados, de acordo com a seguinte programação:
Abertura do estande “Pelo Fim da Tuberculose”
Data: 30/10
Hora: 15h30
Apresentação do novo vídeo da campanha TB + HIV – essa dupla não combina
Data: 31/10
Hora: 10 horas
Da Redação - RCA
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.