Santa decepciona, perde por 2x1 para o Fortaleza e se complica na Série C

Cearenses reagiram no segundo tempo e venceram os pernambucanos. Foto: Guga Matos/JC Imagem
O Santa Cruz começou bem e saiu na frente no placar. No entanto, após uma série de expulsões e alterações erradas da comissão técnica coral, o time se perdeu em campo e saiu derrotado de campo. O Fortaleza se impôs e virou a partida no Arruda para 2x1 na tarde deste sábado (13) pela 16º rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. Careca e Assisinho anotaram para os cearenses, enquanto Esley (contra) marcou para o Santa.
Com o resultado, o tricolor pernambucano se complicou na Terceirona e terá que "secar" os adversários nos jogos de domingo para não sair do G4 da competição. O Santa está na quarta posição com 19 pontos, mas pode ser ultrapassado. O Fortaleza sobe para a liderança da Série C com 35. O Luverdense, porém, pode recuperar a posição quando realizar o seu jogo.
O JOGO - A disputa na bola acabou não sendo o principal foco no primeiro tempo. Tudo por causa de uma cotovelada de Esley em Chicão no fim da etapa inicial.. A confusão instaurou-se no gramado. Foram muitos empurrões. No fim, o árbitro Carlos Benkenbrock expulsou dois jogadores de cada lado: Everton Sena e Chicão pelo lado do Santa Cruz; Ciro Sena e Esley pelo lado do Fortaleza. Os técnicos Vica e Sandro Barbosa também foi expulsos. O detalhe é que o Santa já estava sem treinador. Zé Teodoro está suspenso por uma punição do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Deixando de lado o clima de UFC e voltando para o futebol, tivemos o Santa Cruz partindo para cima logo nos minutos iniciais. Precisando da vitória para não sair do G4 do grupo A da Terceirona, o Mais Querido foi para cima do adversário. A velocidade era a principal arma dos corais, principalmente pelas laterais com Leozinho e Renatinho.

O bom momento do tricolor pernambucano acabou sendo recompensado aos 21 minutos. Leozinho cruzou na área e Esley desviou de cabeça para o próprio gol para festa da torcida presente no estádio.

O Fortaleza tentou reagir, no entanto esbarrou na forte marcação do meio de campo do Santa. Coube aos cearenses tentarem bolas alçadas na área, porém sem sucesso.

SEGUNDO TEMPO - As equipes voltaram mudadas na etapa complementar. O principal objetivo era recompor os espaços deixados pelas expulsões no final do primeiro tempo. No Santa, Tiago Costa e William Alves entraram nos lugares de Renatinho e Luciano Henrique respectivamente. No Fortaleza, Alex Maranhão e Careca no lugar de Geraldo e Waldson.

As alterações surtiram melhor efeito para os visitantes que passaram a dominar o meio de campo aos poucos. Apenas com Memo na proteção de zaga, o Santa Cruz ficava sobrecarregado defensivamente. Além disso, os pernambucanos também perderam na criação. Leozinho era o único jogador disponível para esta função. Os atacante Dênis Marques e Flávio Recife ficaram isolados e receberam poucas bolas.

Dentro deste cenário, não demorou para que o Fortaleza chegasse ao gol. Aos 23, após passe de Careca, Assisinho, em posição duvidosa, entrou livre de frente para Tiago Cardoso. O atacante driblou o goleiro coral e mandou para o fundo das redes.

Desorganizado, o Santa Cruz ainda tentou agredir o adversário. Os tricolores, porém, abusaram de chutes de fora da área e dos cruzamentos errados. O nervosismo tomou conta da equipe tricolor. Coube ao Fortaleza encaixar a marcação e segurar o resultado.

FICHA DA PARTIDA - SANTA CRUZ 1x2 FORTALEZA

Santa Cruz - Tiago Cardoso; Diogo (Branquinho), Everton Sena, Vágner e Renatinho (Tiago Costa); Memo, Chicão, Leozinho e Luciano Henrique (William Alves); Flávio Recife e Dênis Marques. Técnico: Zé Teodoro.

Fortaleza - Lopes; Micao, Ciro Sena e Fabrício; Tiago Granja, Elton, Esley, Geraldo (Alex Maranhão) e Guto; Assisinho (Jaílson) e Waldson (Careca). Técnico: Vica

Campeonato Brasileiro da Série C. Local: Arruda. Árbitro: Paulo Godoy Bezerra. Auxiliares: Carlos Benkenbrock e Lorival Candido das Flores. Gols: Esley (contra) aos 21 do primeiro tempo; Careca aos 7 e Assisinho aos 23 do segundo. Amarelos: Micão (F), Ciro Sena (F) e Everton Sena (SC). Vermelhos: Everton Sena (SC), Chicão (SC), Esley (F) e Ciro Sena (F). Público: 25.306. Renda: R$ 334.435,00.
 
Fonte: Blog do Torcedor
 
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.