Pernambuco recebe Copa Libertadores da América de Futebol Feminino - Portal Muito Mais - O seu portal de notícias!!!

ÚLTIMAS DO PORTAL

test banner

Post Top Ad

7 de novembro de 2012

Pernambuco recebe Copa Libertadores da América de Futebol Feminino


Pela primeira vez, o Nordeste sediará uma competição internacional de futebol feminino. Entre os dias 15 e 25 de novembro, as cidades pernambucanas de Recife, Caruaru e Vitória de Santo Antão receberão as partidas da Copa Libertadores da América de Futebol Feminino. A disputa contará com 12 equipes representantes de Brasil, Equador, Argentina, Bolívia, Uruguai, Chile, Colômbia, Peru, Paraguai e Venezuela.

“Esta será a quarta vez que o Brasil acolhe a Libertadores. É muito importante receber as melhores equipes do continente, principalmente no momento em que o governo inicia a fomentação do futebol feminino em todo o país”, ressaltou a coordenadora de Futebol Feminino do Ministério do Esporte, Mariléia dos Santos, ex-jogadora conhecida como Michael Jackson.

As edições anteriores da competição foram disputadas no estado de São Paulo, nas cidades de São José dos Campos, Barueri e Santos. Promovida pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), a edição 2012 conta com o apoio do Ministério do Esporte.

Nos últimos três anos, o título da competição ficou nas mãos de equipes brasileiras: Santos (2009 e 2010) e São José (2011). O Brasil será representado por três times, todos cabeças de chave: Vitória (PE), São José e Foz Cataratas (campeão brasileiro de 2011).

Segundo o diretor da Comissão Técnica da Conmebol, Hildo Nejar, levar a competição para o Nordeste tem o objetivo claro de difundir a modalidade pelo território nacional. “O Sul e Sudeste estão saturados de futebol profissional. O futebol feminino é uma atração em cidades menores e não em grande centros. Nossa intenção é levar também outras competições para a Região Norte”, revelou Nejar.

Apoio
O Ministério do Esporte está empenhado em estruturar o futebol feminino no país. O primeiro passo foi tomado pelo ministro do Esporte, Aldo Rebelo, em dezembro de 2011, quando empossou Mariléia dos Santos. Em fevereiro de 2012, Aldo Rebelo criou um grupo de trabalho para debater o tema. A principal tarefa do grupo, que tem como relator o técnico Renê Simões, é discutir soluções e buscar melhorias para o futebol feminino.

A Libertadores de Futebol Feminino tem um papel de desenvolver a modalidade no continente. Hildo Nejar conta que, até poucos anos atrás, a América do Sul não tinha nada relacionado ao futebol feminino. “Por vários anos, o Brasil era o único país que dominava o cenário. Hoje, outras nações estão construindo uma estrutura para as jogadoras. Atualmente, Argentina, Venezuela, Peru e Paraguai realizam campeonatos nacionais femininos e escolhem seu representante para disputar a Copa Libertadores.”
Breno Barros
Foto: Ângelo Peixoto/Divulgação
Ascom – Ministério do Esporte
Postar um comentário

Post Top Ad

test banner