Prefeitura do Recife inaugura primeiro parque público inclusivo da cidade

Espaço funciona no Parque da Jaqueira, onde a criançada está sendo 
"vacinada" contra a violência neste sábado

Foto: Andréa Rêgo Barros
       
O Dia das Crianças ganhou um significado especial no Recife com iniciativas de inclusão e cidadania realizadas pela Prefeitura no Parque da Jaqueira. O prefeito Geraldo Julio esteve no equipamento na manhã deste sábado (12), onde, acompanhado da primeira-dama Cristina Mello e do filho Eduardo, inaugurou o primeiro parque público inclusivo da cidade. Viabilizado através de uma parceria com a Duracell, o espaço beneficia crianças com necessidades especiais. Na Jaqueira, o prefeito também foi “vacinado” contra a violência, em uma ação da PCR que estimula os pequenos a realizarem boas práticas por meio de um jogo eletrônico educativo, disponível em tablets.    

Foto: Andréa Rêgo Barros
       
Instalado em um espaço que permite a integração entre as crianças, o parque inclusivo é composto por duas gangorras, um vai-e-vem e um balanço. Doados pela Duracell, todos os brinquedos são adaptados para cadeirantes e portadores de necessidades especiais. As obras de infraestrutura e acessibilidade do espaço foram executadas pela Emlurb, que contou com a ajuda de profissionais da AACD na escolha e implantação dos brinquedos.
       
Geraldo Julio anunciou mais seis parques inclusivos para a cidade. "Esse tipo de parque permite que as crianças com dificuldade de locomoção possam fazer brincadeiras com mais comodidade e segurança. Um espaço de integração entre elas e as outras crianças. É bom para eles e bom para as famílias”, destacou o prefeito, adiantando que, até o final deste ano, todos os parques já estarão prontos.
        
Para Adolfo Mayer, pai de João Victor, um garoto de cinco anos com deficiência motora, a instalação dos novos brinquedos trouxe uma opção de lazer garantida. “Estamos muito satisfeitos e felizes. Essa é uma possibilidade de lazer, principalmente para quem tem dificuldade de locomoção e usa cadeira de rodas. Vi que é bem seguro, tem cintos, encostos. Com toda certeza, temos mais um ponto de diversão para as nossas crianças”, comemorou. “Adorei brincar aqui, é muito bom participar das brincadeiras”, emendou o pequeno João Victor.

VACINAÇÃO - Após brincarem com o joguinho eletrônico educativo que estimula as boas ações, os pequenos ganharam uma fita branca simbolizando que estão “vacinados” contra a violência. No jogo, as crianças são estimuladas a refletirem sobre situações que envolvem bullying, respeito aos mais velhos, descarte de lixo e poluição sonora. A atividade segue até às 17h, em cinco polos, cada um com dez tablets
       
A expectativa é vacinar entre dez mil e 15 mil crianças. Coordenada pela Secretaria de Segurança Urbana do Recife, a iniciativa foi inspirada em ações do mesmo tipo que aconteceram em Bogotá, na Colômbia, na década de 90, com a meta de incentivar a cidadania e a cultura de paz entre as crianças para prevenir episódios violentos no futuro. A Vacinação Contra a Violência teve consultoria da CPPL e conta com o apoio da Fundação Bernard Van Leer.

“É uma campanha importante da consciência cidadã, que estimula as crianças a terem um comportamento cada vez melhor, solidário, próximo às demais pessoas. Esta é uma ação do Pacto pela Vida do Recife que fará com que as crianças 'vacinadas' espalhem esse sentimento de cidadania que diminui a violência na cidade”, ressaltou Geraldo Julio, que aproveitou o momento para conversar com as crianças que brincavam nos jogos.
        
Até o final do mês, os vídeos serão distribuídos para a rede municipal de ensino, onde poderá ser trabalhado em sala de aula. Caio Muniz, que foi com amigos e família comemorar o seu aniversário de 9 anos no Parque da Jaqueira, aproveitou para brincar e recebeu a vacina. “Gostei muito do joguinho. Ele ensina sobre as coisas que você deve e que não deve fazer. Eu aprendi, agora estou vacinado!”, falou. As informações são da Assessoria de Imprensa da PCR.
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.