Header Ads

ad

Estudantes do Paulista participam de Conferência Infanto-juvenil de Meio Ambiente

Com o tema “Vamos Cuidar do Brasil, Cuidando das Nossas Águas”, estudantes da Escola Municipal Hanz Hering, de Jardim Paulista Alto, apresentaram projeto de conservação da água na Conferência Infanto-juvenil de Meio ambiente, na manhã desta segunda-feira (09.04). A atividade visa preparar e mobilizar os estudantes de 6° ao 9° ano do Ensino Fundamental como multiplicadores de preservação ambiental, visando ampliar a informação à comunidade. O programa tem a estrutura organizada pelo Ministério de Educação e coordenada pela Secretaria Municipal de Educação em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Na ocasião, os estudantes apresentaram problemática da própria comunidade com soluções para economizar água no dia a dia. A apresentação da problemática foi o primeiro passo dos processos que pode selecionar as Escolas municipais para as etapas Estadual e Nacional. Além da Hanz Hering, outras duas escolas do Paulista também estão participando da Conferência Escolar, são elas: Firmino da Veiga (Centro), e a Ministro Marcos Freire (Maranguape I).

O gestor da unidade escolar, Cristiano Brito, explica que a atividade é um recorte do que é trabalhado durante todo o ano. “A importância da água é uma problemática geral, por isso trabalhamos esse conteúdo no decorrer do ano, para que todos possam aprender a usar a água da melhor forma possível”, comentou o diretor.

A estudante Izadora Brito de 14 anos, atualmente cursando o 8ª ano do Ensino Fundamental, vem se preparando para a função de delegada para a Conferência Estadual. “O nosso papel é levar conscientização para a nossa comunidade, porque muitas vezes as pessoas não têm informações, além de defender a importância da água para a nossa sobrevivência”, destacou a estudante.

A analista Ambiental do município, Erika Costa, comenta a importância de envolver os alunos nas causas ambientais. “Um dos organizadores da conferência é o Coletivo Jovem, com o intuito de despertar a ideia de preservação no público jovem, formando gerações conscientes para uso racional”, afirmou Erika.
Postar um comentário