Header Ads

Confira dicas para economizar na hora da compra do material escolar

Quem tem criança em casa sabe bem que, no início do ano, uma das maiores preocupações dos pais e responsáveis é adquirir os itens exigidos na lista de material escolar. Além de ter cuidado para não gastar mais do que pode ou do que realmente precisa, é importante, também, ficar atento para que seus direitos não sejam lesados: tem muita coisa que não pode estar na lista de materiais ou ser exigida pelas escolas, mas sempre estão presentes, como materiais de higiene.
A volta às aulas é um dos períodos mais esperados pelas crianças, que querem exibir seus novos cadernos, bolsas e objetos de estudo. Algumas escolas disponibilizam a lista de compras de material escolar, que devem ser comprados pelos pais. Outras pessoas fazem a lista por conta própria.
Antes de comprar o material escolar, é bom fazer uma pesquisa de campo na internet ou em lojas. O planejamento varia de acordo com o orçamento. É aconselhável não levar as crianças para as compras, algumas delas acabam atrapalhando quando o objetivo é poupar dinheiro.
Os livros costumam ser a parte mais cara da lista de compras, mas a dica é procurar as editoras das obras pesquisando na internet, pois, às vezes, elas vendem direto para o consumidor o que diminui muito os custos. Não é aconselhável comprar livros no sebo, geralmente às páginas já estão riscadas e rasgadas, o que implica a leitura do jovem. Já os livros para leitura, os livros paradidáticos, caso não consiga ter desconto com as editoras, pode ser adquirido em sebos ou feirões de livros.
Se você vai às compras com o objetivo de economizar, outra dica é comprar em grande quantidade, pois vai servir para os próximos anos. É mais viável adquirir uma caixa de lápis, canetas, borrachas do que compra-las por unidade.
Antes de comprar qualquer item verifique a necessidade, muitas vezes as pessoas não tem noção de que já possuem.
Postar um comentário