Header Ads

Pernambuco sediará conferência nacional preparatória para a COP25

Visando ampliar e reforçar as políticas estaduais de enfrentamento às mudanças do clima e o fomento de novas potencialidades em energia renováveis em Pernambuco, o governador Paulo Câmara comandou, nesta quarta-feira (24.04), no Recife, o seminário “Mudanças do Clima e Energias Renováveis”. Durante o evento, realizado em parceria com o Consulado da China no Recife, foi anunciada a escolha da capital pernambucana para sediar a Conferência Nacional das partes sobre Mudanças do Clima, em outubro. O evento objetiva promover o diálogo e a formulação de propostas e soluções de importantes temas que serão tratados na 25ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 25), que acontecerá em dezembro deste ano, no Chile.

“O desenvolvimento que queremos para o nosso Estado, para o Brasil e para o mundo é o desenvolvimento sustentável, onde exista o ganho econômico, mas também as conquistas sociais e a garantia ao meio ambiente. Discutir isso é fundamental para o futuro. Pernambuco está tendo a oportunidade de fazer esse evento hoje, mas também vamos receber, em outubro, uma grande conferência sobre as mudanças de clima. Um debate importante, que dialoga com o que a gente vem trabalhando no Estado”, destacou o governador, frisando que Pernambuco tem uma grande vocação para energias limpas, tanto eólica quanto solar, e o objetivo é expandir esses projetos e parcerias.

A escolha de Pernambuco para sediar a Conferência Nacional das partes sobre Mudanças do Clima foi anunciada pelo diretor-presidente do Instituto Ethos, Caio Magri, que não pôde participar presencialmente do seminário, mas fez questão de enviar mensagem em vídeo agradecendo a nova parceria com o Governo do Estado. “Será uma oportunidade para fortalecer nossas agendas de clima, florestas, desenvolvimento sustentável e nos prepararmos para a COP 25. Vamos dialogar sobre a formulação de propostas e soluções para a implementação de compromissos e para a demonstração da firme posição brasileira em torno do Acordo de Paris e suas expectativas de descarbonização da economia global”, afirmou.

SEMINÁRIO - O evento, realizado na sede do Banco Central do Brasil, em Santo Amaro, reuniu representantes da gestão pública, universidades, empresários locais e da China. A iniciativa propôs o compartilhamento de conhecimentos no campo de políticas de baixo carbono, energia renovável e setores relacionados, além de incentivar conexões e investimentos entre os atores envolvidos no seminário. Coordenado pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas/PE), o seminário também envolveu as pastas estaduais de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura e Recursos Hídricos. Entre as autoridades presentes estiveram também a cônsul Geral da China em Pernambuco, Yan Yuqing, e o vice-governador da província de Qinghai, Wang Liming.

REDE ICLEI – O governador Paulo Câmara também assinou o protocolo de adesão do Governo de Pernambuco ao ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade. A rede global, que abrange mais de 1.750 governos locais e regionais, está comprometida com o desenvolvimento urbano sustentável dos mais de 100 países onde atua. A parceria contempla participação em projetos internacionais, espaços em fóruns nacionais e internacionais relacionados à sustentabilidade e conhecimentos especializados promovidos pela organização. O trabalho em rede permite ainda que os governos locais se conectem e troquem experiências sobre políticas públicas para o desenvolvimento sustentável, e ampliem seu reconhecimento nessa agenda.

O secretário-executivo do Secretariado Regional do ICLEI para a América do Sul, Rodrigo Perpetuo, anunciou durante a abertura do seminário que o prefeito do Recife, Geraldo Julio, foi escolhido pela unanimidade dos membros do conselho que compõem a instância regional da rede para conduzir a presidência do conselho do ICLEI na América do Sul. Geraldo deverá assumir o posto em junho, substituindo o prefeito de Quito (Equador), Mauricio Rodas.

Acompanharam o governador durante o seminário a vice-governadora Luciana Santos; o deputado estadual Wanderson Florêncio; os secretários estaduais José Bertotti (Meio Ambiente e Sustentabilidade), Bruno Schwambach (Desenvolvimento Econômico) e Fernandha Batista (Infraestrutura e Recursos Hídricos); o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Recife, José Neves, que representou o prefeito Geraldo Julio no evento; o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (AMUPE) e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota; e o professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Emilio Rovere.

Nenhum comentário