Header Ads

Idosos e deficientes precisam ficar atentos aos prazos do BPC/LOAS

Manter os dados da base do Cadastro Único atualizados é a forma que os deficientes e idosos que recebem o Benefício de Prestação Continuada têm para manter o recebimento do benefício. Quem está com pendências cadastrais deve ficar atento ao cronograma divulgado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), que estabelece 12 meses para suspensão de acordo com a data de nascimento do beneficiário. As primeiras suspensões, referentes aos nascidos em janeiro, acontecem a partir do mês de julho de 2019, pois esse grupo já foi notificado nos meses de abril e maio e têm até 30 de junho para atualizar os dados.
A convocação para atualizar os dados é feita pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), através de uma carta de notificação aos beneficiários de acordo com o cronograma determinado. O comunicado informa a pendência de inscrição no Cadastro e quais medidas precisam ser tomadas para manter o benefício ativo. Os nascidos em fevereiro estão sendo notificados durante os meses de maio e junho, com a suspensão agendada para agosto, caso não haja atualização cadastral.
Para atualizar o benefício e ficar quite com a base do CadÚnico, o beneficiário deve comparecer à um ponto de atendimento, como o CRAS do bairro, portando, RG, CPF, Título de Eleitor, Carteira de Trabalho, comprovante de residência, certidão de nascimento dos filhos, além de declaração escolar. A documentação deve contemplar todos os membros do grupo familiar. Evite a suspensão, confira o cronograma neste link

Locais de atendimento em Paulista:
Sede da Secretaria de Políticas Sociais e Esportes – Avenida Prefeito Geraldo Pinho Alves, 222, Maranguape I.
CRAS I – Rua Carpina, 45, Arthur Lundgren I.
CRAS II – Av. Ministro Marcos Freire, 45, Jardim Paulista Baixo.
CRAS III – Rua Comendador Figueiroa, 57, Janga.
CRAS IV – Rua 32, 671, Maranguape II.
CRAS V – Rua Funilândia, 3, Nossa Senhora da Conceição.
CRAS VI – Rua 96, 220, Maranguape I.

Nenhum comentário