Header Ads

Obra de pavimentação entra na reta final no Paulista

Quem passa pela Rua do Imperador, no bairro do Nobre, se surpreende com o estágio avançado da obra de pavimentação. O serviço, que entrou na reta final nesta segunda-feira (27.05), conta com seis operários e deve ser concluído nas próximas semanas. Os profissionais que executam a obra já concluíram a etapa do paralelo e agora concentram esforços nas calçadas da via.
A obra da Rua do Imperador é fruto de uma parceria entre a Prefeitura do Paulista e o Governo do Estado, através do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM). Ao todo, R$ 30.670 estão sendo investidos para requalificar a via que tem quase 250 metros de extensão e seis de largura.
O técnico em informática, José Lucas, 21 anos, falou com satisfação sobre a obra realizada na rua da sua casa. “Moro aqui há cerca de seis anos e posso afirmar que agora a situação ficou bem melhor. Antigamente, por conta das chuvas, tudo ficava alagado, as águas ficavam empoçadas nos buracos. Quando chovia, os carros não passavam, nem ninguém conseguia andar. Realmente o serviço melhorou bastante as condições da rua”, afirmou o morador.
A poucos metros do Nobre, outra equipe avança com a pavimentação da Rua da Levada (Adeílson João da Silva), no Centro da cidade. A obra da via, que tem aproximadamente um quilômetro de extensão, é fruto de uma parceria entre a gestão municipal e a Construtora Carrilho. O sec. executivo de Desenvolvimento Urbano do Paulista, Paulo Marenga, informou que a rua, assim que for liberada ao tráfego, vai contribuir bastante com a questão da mobilidade.
“Toda demanda de tráfego para o bairro de Arthur Lundgren I e Paratibe é realizada pelo oitão do Jardim do Coronel. Com a entrega dessa obra, os condutores vão ter mais uma opção de deslocamento para esses bairros”, destacou o gestor, afirmando que a Prefeitura decidiu pavimentar a via como parte do plano de requalificação do Centro da cidade.
Acompanhando de perto o andamento da obra na Rua da Levada, o empreendedor Melchi Gomes da Rocha, 59 anos, afirmou que além de melhorar a vida dos moradores do local, o serviço vai beneficiar o seu comércio.
“Primeiro que a obra vai acabar com toda aquela lama que tinha aqui na rua. Depois, vai tornar o meu comércio mais visível. Com o aumento do tráfego de veículos, aumenta também a visibilidade”, vislumbrou o comerciante. 

Nenhum comentário