Header Ads

Mais de 56 mil cães e gatos são vacinados pela PCR no 1º dia da vacinação contra raiva

A Secretaria de Saúde do Recife vacinou mais de 56 mil cães e gatos da zona norte da cidade no primeiro dia da Campanha de Vacinação Antirrábica Animal 2019, nesse sábado (24). Este ano, a ação de imunização está dividida em três sábados, por áreas. No primeiro dia do cronograma, cerca de 200 postos volantes foram montados nos distritos sanitários 2, 3 e 7, beneficiando 56.718 animais - 42.480 caninos e 14.238 felinos. 

Já no próximo dia 14, serão imunizados gratuitamente os caninos e felinos dos distritos sanitários 1, 4 e 5 (zona oeste e centro da cidade). A campanha da capital pernambucana se encerra no próximo dia 21, com a imunização dos animais dos distritos 6 e 8 (zona sul da capital), garantindo a cobertura de 100% do território recifense nos 500 postos volantes montados nos três dias. 

A lista completa com os próximos pontos de vacinação será divulgada no site da Prefeitura do Recife (www.recife.pe.gov.br), nos dias que antecedem as ações. A meta é vacinar cerca de 180 mil animais na capital pernambucana. Em 2018, a Sesau Recife vacinou mais de 132 mil cães e 55 mil gatos.

A arquiteta Lúcia Escorel, 66 anos, foi a primeira tutora a chegar no posto montado no Parcão da Praça Souto Filho, mais conhecida como Praça dos Cachorros, na Jaqueira. A moradora da Jaqueira levou Bambina, 2 anos, Bela, 15, e Chico, 14, para tomar a vacina, junto com as carteiras de vacinação dos mais velhos anualmente preenchidas. Ela só precisou fazer, no local, a carteirinha da caçula. “Acho ótimo poder vacinar meus filhos caninos de graça e pertinho de casa. Todo ano venho. Eles ficam morrendo de medo da agulha, mas dá pra controlar porque é muito rápido”.

Segundo o gerente de Vigilância Ambiental do Recife, Jurandir Almeida, a raiva é uma zoonose (doença que pode ser transmitida dos animais ao ser humano ) muito grave, que é quase 100% letal tanto para as pessoas quanto para os animais que têm seu sistema nervoso central afetado.  “A campanha é garantida pelo SUS porque o objetivo é atingir o ciclo humano. Se continuarmos mantendo alta a cobertura vacinal de cães e gatos, garantimos a proteção da saúde dos animais e das pessoas. Mesmo que um morcego infectado pegue um gato, por exemplo, como aconteceu em 2017, o felino não será contaminado se estiver vacinado”, explicou Jurandir, que é veterinário e reforçou que os animais devem tomar a vacina antirrábica todo ano.

Estão envolvidas na campanha mais de 1.200 pessoas, entre profissionais da Secretaria de Saúde do Recife e voluntários, que foram capacitados durante semana. Nos treinamentos, foram abordados temas como aspectos epidemiológicos da raiva, conservação das vacinas, aspectos imunológicos nos animais, biossegurança para os envolvidos na vacinação e métodos de contenção segura de cães e gatos.

Durante o resto do ano, fora do período de campanha, os moradores do Recife podem vacinar cães e gatos contra a raiva no Centro de Vigilância Ambiental (CVA), em Peixinhos, e no Hospital Veterinário do Recife, no Cordeiro, além dos postos fixos localizados nas sedes dos oito distritos sanitários. Moradores de outros municípios devem procurar as Secretarias de Saúde de suas cidades.

Nenhum comentário