Header Ads

PUBLICIDADE

Paulista elege dois representantes para a composição do conselho do Cetran/PE

A prefeitura do Paulista, através da Secretaria de Mobilidade e Administração das Regionais, elegeu dois representantes para ingressar no Conselho Estadual de Trânsito (CETRAN/PE) – órgão colegiado, composto por representantes de diferentes organizações e entidades, que elabora normas, respostas, consultas, julgamento de recursos, acompanhamento e coordenação de todas as atividades dos órgãos de trânsito em Pernambuco. Os eleitos representarão o município, a partir de setembro, pelos próximos dois anos, junto as outras entidades, para acompanhar as decisões e os processos relacionados ao trânsito.
Os indicados pela Secretaria de Administração das Regionais da Prefeitura do Paulista para representar o município no CETRAN/PE foram o diretor de Trânsito, Carlos Jatobá e o diretor de Transportes, Alessandro Rodrigues. A composição do conselho 2019/2021 foi escolhida através de um sorteio no último dia 13 de agosto. Esta é a segunda vez que Paulista tem representantes no Cetran/PE.
“A representação do município do Paulista no Conselho Estadual de Trânsito é de suma importância porque nós vamos estar lá vendo o que é de prioridade e acompanhando todas as decisões relacionadas ao trânsito do Estado de Pernambuco inteiro. Semanalmente nós estaremos participando de reuniões, junto aos outros órgãos, para acompanhar todo o processo de integração dos municípios ao Sistema Nacional de Trânsito”, ressaltou Carlos Jatobá.
Os órgãos de trânsito do Estado de Pernambuco e os municípios de Recife e Jaboatão, devido a quantidade de habitantes, já têm cadeira fixa no órgão, com mandatos biênios. As vagas para os demais municípios que tem uma média de 200 e 500 mil habitantes participam de um sorteio para participar do conselho de forma sazonal por dois anos.
Além dos municípios e das organizações de trânsito também participam do conselho a Polícia Militar, entidades representativas de classe trabalhadora e patronal, representantes do meio ambiente e conselhos de psicologia do Estado.

Nenhum comentário