Header Ads

PUBLICIDADE

Começa recadastramento dos táxis de Olinda

Teve início nesta segunda-feira (18) e segue até o dia 20 de dezembro o prazo para recadastramento dos táxis de Olinda. Diariamente serão distribuídas 40 fichas para atendimento na Secretaria de Transportes e Trânsito do município. Atualmente, Olinda conta com 806 permissionários registrados. A partir deste ano, não haverá separação por TP ou placa, como acontecia em anos anteriores.

O recadastramento é feito na própria Secretaria de Transportes e Trânsito (STT) de Olinda, que possui nova sede na Avenida Joaquim Nabuco, nº 475, bairro do Varadouro, antiga Casa do Carnaval. No período da manhã, das 8h às 12h, os permissionários devem apresentar a documentação exigida e receberão o boleto para pagamento das taxas – R$ 70,08 para o motorista ou 90,56 para o caso de motorista auxiliar. Já no horário da tarde, das 13h às 15h, os motoristas devem voltar à STT para submeter o veículo a uma vistoria.

O motorista José Germano da Silva trabalha há 16 anos como taxista em Olinda. Ele foi logo no primeiro horário fazer seu recadastramento para circular em 2020 na cidade. “Vim cedo porque troquei de carro, estou dando entrada nos documentos para ficar regularizado o mais rápido possível”, disse ele que também elogiou a nova sede da STT: “Muito melhor, mas organizado. Bom para todo mundo”.

O secretário de Transportes e Trânsito de Olinda, Jonas Ribeiro, reforça a convocação dos taxistas para que façam o recadastramento e possam circular pela cidade. “Esse recadastramento é anual, não houve aumento da taxa, está menos burocrático, mas organizado. Então convoco para que venham se regularizar. É importante até para o passageiro que sabe que os veículos estão sendo vistoriados e que os motoristas são regularmente acompanhados pela secretaria”, afirmou.

– Documentação necessária a ser apresentada:

1. Permissionário (proprietário do veículo):
• Carteira Nacional de Habilitação – CNH na categoria B, com anotação de Atividade Remunerada (original e cópia);
• Certidão Negativa Militar (original até 46 anos);
• Quitação eleitoral e Certidão Negativa Eleitoral do Município de Olinda (original);
• Comprovante de inscrição CIM como motorista de Táxi (original e cópia);
• Comprovante de residência em Olinda (em nome do Permissionário. Ex.: conta de água, luz ou telefone fixo)(original e cópia);
• Certidão Negativa da Comarca de Olinda (original);
• Certidão Negativa Federal (original);
• Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos – CRLV atualizado (original e cópia);
• Comprovante de aferição atualizada do taxímetro pelo IPEM (original e cópia);
• Duas fotos de identificação coloridas, no tamanho 3 X 4;

2. Motorista Auxiliar:
• Carteira Nacional de Habilitação – CNH na categoria B, com anotação de Atividade Remunerada (original e cópia);
• Certidão Negativa Militar (original até 46 anos);
• Quitação eleitoral e Certidão Negativa Eleitoral do Município de Olinda (original);
• Comprovante de inscrição CIM como motorista autônomo (original e cópia);
• Comprovante de residência em Olinda (em nome do motorista auxiliar). Ex.: conta de água, luz ou telefone fixo)(original e cópia);
• Certidão Negativa da Comarca de Olinda (original);
• Certidão Negativa Federal (original);

Nenhum comentário