Header Ads

PUBLICIDADE

Paulista promove formação sobre saúde integral da população LGBT

Os profissionais que atuam na rede de saúde do Paulista participaram nesta quinta-feira (21.11) de uma formação sobre política de saúde integral da população LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais), no auditório do Centro Administrativo, em Maranguape I. A iniciativa, que foi coordenada pela equipe da Atenção básica do município, teve como objetivo qualificar a rede de serviços do SUS para a atenção e o cuidado integral à saúde das pessoas ligadas ao segmento.

A formação foi conduzida pelo coordenador Estadual em Saúde integral da população LBGT, Luiz Valério. O profissional fez uma apresentação completa sobre o tema, mostrando, inclusive, elementos para a diminuição dessa vulnerabilidade, com, por exemplo,  a utilização do nome social. Na visão do coordenador, a formação foi muito exitosa por ter preparado melhor os profissionais de saúde da rede sobre o assunto.

“Paulista tem aberto um diálogo de compreensão de cuidar de todos os seus munícipes independente da sua orientação sexual e a saúde dentro desse processo precisa constituir direitos e acolhimento  para essa população. Então a partir disso, a Secretaria de Saúde do Paulista garante um direito constitucional do SUS”, concluiu.

Segundo a coordenadora em Saúde da população Negra e LGBT do Paulista, Jeana Gênesis, a gestão sentiu a necessidade de realizar essa formação para os profissionais da saúde para que quando os usuários cheguem à unidade, fossem melhor acolhido. “Se a gente não tiver uma orientação direcionada, não iremos conseguir fazer um melhor atendimento para esse grupo que é muito importante na sociedade”, frisou.

Um dos participantes foi o enfermeiro da Unidade de Saúde da família Jardim Fragoso II, Elton Bruno. “Com esse momento de hoje, acredito que a saúde do Paulista dar um avanço para o acolhimento dessa população LGBT, pois, é um grupo vulnerabilizado, por isso temos que cada vez mais está qualificado para acolher eles e entender quais são as verdadeiras necessidades deles”, comentou.

Já a técnica de enfermagem do Consultório na Rua, Renata Almeida, acredita que o tratamento na sociedade precisa ser igual para todos.  “É muito importante a gente ter esse tipo de iniciativa, principalmente para nós, que temos contato direto com um público que é tão esquecido e que sofre vários preconceitos”, afirmou.  

Vale lembrar que existem serviços e cidadania e saúde para a população LGBT. Confira a lista:

Serviços de saúde
Centro de Testagem e Aconselhamento DST e HIV

Av. Rodolfo Aureliano, 714 - Vila Torres Galvão, Paulista
Fone: 3437-7365
Espaço de Acolhimento e Cuidado às Pessoas Trans e Travestis do Hospital das Clínicas
Av. Prof. Moraes Rego, 1235 - Cidade Universitária, Recife
Fone: 2126-3587
Ambulatório LBGT – Patrícia Gomes, Policlínica Lessa de Andrade
Estrada dos Remédio, 2416 – Madalena-        Recife
Fone: 3355-7802
CISAM – Homens Trans
Rua Visconde de Mamanguape – Encruzilhada- Recife
Fone: 3182- 7700

Nenhum comentário