Header Ads

PUBLICIDADE

Prefeitura atende clamor da população e inicia demolição do Mercado Público de Arthur Lundgren I

Atendendo o clamor da população, a Prefeitura do Paulista iniciou nesta quarta-feira (13.11) a demolição do Mercado Público de Arthur Lundgren I. O espaço, fundado na década de 90, estava desativado há anos e terminou sendo ocupado indevidamente por moradores em situação de rua e usuários de drogas. A insegurança na localidade levou o município a optar pela derrubada da estrutura, possibilitando a realização de um novo projeto para a área nos próximos anos.
Antes de iniciar a demolição, a gestão municipal cadastrou cinco famílias que também estavam usando o espaço. A equipe técnica da prefeitura traçou o perfil socioeconômico de cada pessoa para viabilizar a inclusão nos programas sociais e de política habitacional.
A dona de casa Margarete Silva Melo, 49 anos, que era permissionária do mercado, aprovou a ação do município. “A demolição dessa estrutura vai beneficiar bastante a população. Quem mora aqui perto está comemorando porque a situação era bem difícil. Não havia paz. Todos estavam muito preocupados com a insegurança. Até as crianças ficavam com medo em qualquer barulho”, relatou.
O borracheiro José Elias da Silva, 47 anos, também destacou a insegurança no local. “Esse mercado tinha de ser demolido mesmo. A situação estava complicada. Mas agora com o apoio da prefeitura a questão vai ficar bem diferente. Estamos felizes por essa ação e por todo apoio”, comentou.
O trabalho de demolição contou com o apoio de uma retroescavadeira e dois caminhões, sendo um munck e uma caçamba. Ao todo, 15 trabalhadores da prefeitura estavam atuando na ação, que teve o envolvimento das secretarias municipais de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Meio Ambiente e Infraestrutura e Serviços Públicos.
SOLICITAÇÃO – Sempre preocupado com a questão da insegurança no local, o vereador Camelo do Seguro foi um dos responsáveis pela ação no mercado. Ele chegou a formalizar um pedido à prefeitura, através de requerimento e abaixo-assinado. “Quero agradecer ao prefeito Junior Matuto por ter sido tão sensível ao nosso pedido. Hoje estamos realizando um desejo antigo da comunidade, vendo esse espaço que estava sem utilidade e ocupado indevidamente, ser demolido”, frisou o parlamentar.

Nenhum comentário