Header Ads

Paço do Frevo e Coral Edgard Moraes celebram Dia do Frevo de Bloco com live musical


 Criado em 2004, no centenário de nascimento do grande músico e compositor recifense Edgard Moraes, o Dia do Frevo de Bloco será celebrado pelo Paço do Frevo, neste domingo (1º), com uma live solidária, promovida em parceria com o Coral Edgard Moraes. A programação virtual será transmitida a partir das 17h, no canal do Youtube do Coral Edgard Moraes, substituindo o já tradicional Encontro de Blocos Líricos pelas ruas do Recife Antigo, inviabilizado este ano pelo cenário de pandemia.

 

A transmissão, feita pelo Oráculo Estúdio, instalado no Paço do Frevo, será a primeira realizada dentro do museu, mantido Pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife, desde sua reabertura, em setembro. O espetáculo, que terá como cenário a Praça do Frevo, no terceiro andar do Paço, reunirá vários convidados, como Getúlio Cavalcanti, Nena Queiroga, Maestro Spok, André Rio e Martins, com direção musical do maestro e professor Marco César. Durante a live, serão transmitidos ainda trechos de vídeos de comemorações passadas e devidamente aglomeradas, com participação de blocos líricos pernambucanos.

 

A apresentação arrecadará doações para o Hospital do Câncer de Pernambuco. Para colaborar, basta copiar o QR Code que estará disponível na tela da live. “Queremos juntar todos os blocos, músicos, compositores e admiradores do gênero num grande evento online”, afirma Valéria Moraes, coordenadora do Coral Edgard Moraes e neta do compositor, arranjador, violonista e folião engajado. “Sendo Edgard Moraes um baluarte do nosso carnaval, fundador que foi de vários blocos líricos, é mais do que justo que a cada ano, seja ele lembrado em sua data natalícia, com a comemoração do Dia do Frevo de Bloco, que será ainda mais especial em 2020, pois aliaremos essa referência histórica com uma ação social de solidariedade”.

 

A gerente Geral do Paço do Frevo, Nicole Costa, ressalta a importância de medidas cautelosas na retomada de atividades culturais durante a pandemia. “Como bom folião, o Paço está louco para voltar às ruas e aglomerar no nosso tradicional Arrastão do Frevo. Mas é essencial lembrarmos que a pandemia ainda não acabou e, por outro lado, nos desafia diariamente a encontrar soluções para continuarmos ativos e vibrantes, mas valorizando a vida. Assim como a reabertura do Paço, a live do Dia do Frevo de Bloco será transmitida online, com todos os cuidados sanitários necessários, seguindo as recomendações da OMS. E tão logo possamos voltar às ruas, comemoraremos com todo o calor humano que nos é de direito”, declarou. Além da parceria com o Paço do Frevo, que recebe a ação, o evento do Coral Edgard Moraes tem o apoio da Prefeitura do Recife, SescPE e Atacadão. 

 

Sobre o Frevo de Bloco

Tradição do Carnaval recifense, o Frevo de Bloco é executado por um Coral Feminino, acompanhado por uma orquestra de pau e corda, composta por instrumentos como violões, cavaquinhos, banjos, bandolins, violinos, além de instrumentos de sopro (flauta e clarinete) e de percussão (surdo, caixa e pandeiro). O ritmo embala as agremiações tradicionalmente denominadas “blocos carnavalescos mistos”, cujo aparecimento se relaciona a um importante dado histórico e sociológico: o início da legitimação da participação das mulheres, principalmente da classe média, na folia de rua do Recife, nas primeiras décadas do século XX.

 

Paço do Frevo - O espaço cultural apresenta-se como um local de incentivo à difusão, à pesquisa, e à formação de profissionais nas áreas da dança e da música, dos adereços e das agremiações do frevo. Ao longo de seis anos, recebeu quase 660 mil visitantes, teve mais de 2 mil alunos formados em suas atividades e promoveu mais de 600 apresentações artísticas. Paço do Frevo é uma iniciativa da Fundação Roberto Marinho, com realização da Prefeitura do Recife e gestão do Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG). 

Nenhum comentário