Header Ads

ad

Priscila quer Câmara e Geraldo debatendo PPP

(Foto: Arthur Mota/Arquivo Folha)

A líder da oposição na Câmara do Recife, a vereadora Priscila Krause (DEM), questionou a Parceria Público Privada lançada oficialmente pela Prefeitura do Recife (PCR), nesta quinta-feira (1º), para a construção de edifícios-garagem no município. De acordo com o aviso de consulta pública registrado no Diário Oficial, publicado hoje, a PCR outorgará concessão patrocinada para a construção, operação e manutenção de 14.595 vagas de estacionamento tarifado em edifícios-garagem e 4 mil vagas em estacionamentos de superfície.
Sob a responsabilidade da Empresa de Urbanização do Recife (URB), o negócio terá uma validade de 35 anos com valor estimado de contrato de R$ 561,5 milhões. A documentação estará à disposição nos próximos 30 dias na sede da URB. De acordo com a vereadora, o assunto é bastante relevante para os rumos da cidade num quesito que vem atrapalhando o desenvolvimento: a mobilidade. “Um projeto tão grandioso precisa ser destrinchado, existem muitas dúvidas, inclusive qual o posicionamento da equipe de transição”, disparou Priscila Krause.
Ainda de acordo com a democrata, é preciso que o debate seja articulado com a Câmara do Recife e, principalmente, com o novo prefeito. “É preciso que o novo prefeito se coloque a respeito desse tema até porque esse é um assunto que será gerido ao longo de sua gestão. Por ser uma concessão patrocinada, quais as responsabilidades financeiras do município? Estão dentro da nossa capacidade? São sustentáveis? Referem-se aos rumos que a cidade requer em busca do privilégio ao transporte público?”, questionou. A vereadora pretende convocar técnicos da PCR para sabatina na Câmara.

Folha de PE
Postar um comentário