Junior Matuto identifica distorções a partir do censo do servidor municipal e vai reduzir gastos com a folha de pagamento

O prefeito do Paulista, Junior Matuto (PSB), comemora os primeiros resultados obtidos com o censo do servidor municipal, realizado nos três  primeiros meses de trabalho. A ação inédita na cidade, que foi coordenada pela Secretaria de Administração, já identificou algumas distorções em relação ao corpo funcional da prefeitura. Com base nas informações levantadas, o novo chefe do Executivo vai reduzir gastos com a folha de pessoal.
Os dados consolidados apontam, até o momento, para um prejuízo financeiro de R$ 95 mil reais com o pagamento de funcionários “irregulares”. Cinco casos chamaram a atenção do socialista. Constam no relatório preliminar situações como a do servidor que faleceu em março de 2010 e ainda fazia parte da folha; de dois aposentados que recebiam salários desde o ano passado como ativo e inativo (em duplicidade); além de servidores oriundos da Câmara Municipal que ficaram à disposição do Executivo, mas, posteriormente, retornaram aos postos de origem e continuaram recebendo os vencimentos duplos. Um deles, inclusive, desde fevereiro de 2011.
A inspeção motivou o corpo jurídico da prefeitura a estudar medidas legais para penalizar esses funcionários. Com a iniciativa, Matuto deixa evidente a sua preocupação com o gasto consciente do dinheiro público. As informações são da acessoria.
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.