Ads Top


Uchoa se diz tranquilo com ação da OAB

Órgão jurídico entrou com uma Ação contra reeleição do pedetista à presidência da Alepe
(Foto: Leo Motta/Folha de Pernambuco)
O deputado Guilherme Uchoa (PDT) afirmou que ainda não sabe do conteúdo da Ação Civil Pública feita pela Ordem de Advogados do Brasil – Seccional Pernambuco (OAB-PE) contra sua quarta reeleição consecutiva à presidência da Assembleia Legislativa do Estado (Alepe). O processo foi enviado à Justiça Estadual nesta quarta-feira (25). O parlamentar disse que está tranquilo com relação à resolução do caso.

“Aceita tudo isso com muita naturalidade. E não tenho dúvidas sobre a legalidade e a legitimidade do meu mandato. Meu direito é liquido e certo. Amanhã (quinta-26) estarei com meus advogados. Não tenho conhecimento do teor da OAB, mas como o assunto é jurídico vou aguardar a decisão da justiça. É importante que a OAB faça isso para que se tire qualquer dúvida da legalidade”, disse o pedetista, após sessão na Alepe, nesta quarta (25).

O parlamentar espera que a Procuradoria Geral da Alepe tenha uma opinião favorável ao seu mandato. Ele ainda ironizou a mudança do processo feito pela OAB. Em fevereiro deste ano, o órgão jurídico iria entrar com Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI), mas acabou mudando o processo para uma Ação Civil Pública.

“Não conheço o fundamento da OAB. A OAB tem quadros muitos profissionais e qualificados, inclusive Pedro Henrique (presidente do órgão) tem um escritório de advocacia que está em pleno funcionamento”, afirmou.

O processo nº 0008758-92.2015.8.17.0001, distribuído para a 2ª Vara da Fazenda Pública Estadual, visa anular os atos de homologação das candidaturas e consequente eleições tanto de Guilherme Uchoa, quanto do deputado Eriberto Medeiros (PTC), que foi reeleito como 4º secretário da Casa.

Com informações de Tauan Saturnino, da Folha de Pernambuco e do Blog da Folha 
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.