Header Ads

Compesa anuncia liberação de trecho da Rua Henrique Dias, em Olinda, antes do Carnaval

A  Companhia Pernambucana  de Saneamento - Compesa anunciou,  nesta terça-feira (12),  que  será liberado até o Carnaval o  trecho de dez metros da Rua Henrique Dias, no bairro do Varadouro, em Olinda - interditado desde dezembro do ano passado - para os serviços de recuperação do imóvel 115.  A Compesa  informou ainda  que foram  finalizados ontem (11), os  trabalhos de  recuperação da estrutura do referido imóvel, que sofreu danos  durante  a construção de  uma caixa de proteção para equipamentos, que serão   instalados no local  para a  melhoria e eficiência operacional do sistema de abastecimento de água da cidade. A  previsão é finalizar  a reposição do revestimento da fachada  até o fim do mês e, posteriormente, antes da folia de Momo, a área será liberada após os serviços de pavimentação.

A instalação de  equipamentos  na Rua Henrique Dias  é uma das ações previstas no Programa Olinda+Água que tem como meta ofertar água todos os dias em 15 bairros de Olinda até 2021, um investimento de R$ 152 milhões. Os serviços de recuperação do imóvel foram realizados por uma consultoria especializada em recuperação de imóveis históricos, devidamente autorizada pela prefeitura municipal por meio da  SEPACTUR - Secretaria de Patrimônio, Cultura, Turismo e Desenvolvimento Econômico  de Olinda.  Todo o trabalho de recuperação foi realizado com as mesmas técnicas construtivas utilizadas no século XIX.

A primeira fase do trabalho foi o reforço do terreno, que cedeu. Foi feito o estaqueamento de concreto armado em baixo do imóvel para estabilização da fundação, garantindo que toda a estrutura seja preservada. A recuperação da fachada foi realizada com utilização de reforço de grampos de aço com a utilização de argamassa de cal para não modificar as características originais da construção, além da porta e janela em madeira, recuperadas. As escoras de madeira foram retiradas nesta segunda-feira  para o início da  fase final, que é o revestimento da fachada, a fase de acabamento. Paralelo a isso, foi iniciado também os serviços de reposição da pavimentação de todo o trecho onde a intervenção foi realizada.

A expectativa é que o trabalho de reposição  do pavimento ( paralelepípedo)  seja finalizado até o fim desta semana. Porém, haverá a necessidade de o trecho permanecer interditado para possibilitar a cura do rejunte. “Estamos agilizando os procedimentos para que a área da obra seja liberada antes do Carnaval”, reforça  o gestor da obra Olinda+Água, Vivaldo Melo. Todos os custos de recuperação, bem como os danos materiais (utensílios) do imóvel foram assumidos pelo consórcio contratado para a execução da obra. Os técnicos da Compesa atuam permanentemente no acompanhamento das intervenções.

Nenhum comentário