Header Ads

Educação do Paulista é beneficiada com programa do Governo do Estado

A rede municipal de ensino do Paulista recebeu na manhã desta terça, (27.08), o Programa Criança Alfabetizada, iniciativa do Governo de Pernambuco, que objetiva melhorar a qualidade do ensino e, consequentemente, elevar os resultados de aprendizagem dos estudantes do 1ºs e 2ºs anos.
Os gestores e supervisores escolares participaram da implantação do programa para entender de forma mais clara os benefícios que o programa pode agregar na educação do município. Angélica Rosa, Coordenadora Municipal do Criança Alfabetizada, comentou sobre a importância do programa. “Hoje viemos apresentar a proposta do programa aos gestores, com intuito real de fortalezar a alfabetização no município. Com isso, vamos garantir a consolidação do programa, fazendo com que as crianças estejam nas séries certas com as idades certas”, disse.
A representante da Gerência Metropolitana Norte, Micaelle Morais adiantou que a participação dos gestores é fundamental para o programa funcionar. “Ter a participação dos gestores nessa apresentação é importante, pois eles são peça chave na implantação desse programa.  todos devem está empenhados e trabalhando de uma forma grandiosa com intenção de fortalecer essas ações de alfabetização nos municípios.”
Criança Alfabetizada 
O Programa Criança Alfabetizada é um programa de alfabetização criado pelo Governo do Estado e surge com o objetivo de melhorar a qualidade do ensino e dos resultados de aprendizagem dos estudantes, trabalhando em parceria com os municípios. Com investimentos na ordem de R$ 50 milhões, a iniciativa visa apoiar todos os 184 municípios pernambucanos, na busca pela alfabetização de todas as crianças que estudam na rede pública garantindo maior aprendizagem, acesso a oportunidades e um futuro melhor. A Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) são parceiros do Governo do Estado nesta ação. 

O programa prevê uma nova distribuição do ICMS Socioambiental para os municípios. Com a lei sancionada pelo governador, a quantidade de indicadores será reduzida e a participação da educação no repasse aumentará dos atuais 3% para 18%, com implantação escalonada em seis anos.

Atualmente, Pernambuco repassa 25% do ICMS para os municípios, sendo parte deste valor (R$ 750 milhões) distribuídos com base nos índices de áreas como educação, saúde e meio ambiente. O incremento proposto pelo Criança Alfabetizada visa possibilitar que os municípios priorizem ações necessárias para obter bons resultados na educação.

Nenhum comentário